domingo, 26 de maio de 2024
Ações

Destaques corporativos: Eztec (EZTC3), Movida (MOVI3), Petrobras (PETR3)(PETR4), Valid (VLID3)

Veja aqui as principais notícias das grandes empresas brasileiras, entre avisos aos acionistas, comunicados ao mercado, fatos relevantes e mais informações da imprensa especializada

15 abril 2024 - 08h00Por Redação SpaceMoney

Eztec (EZTC3), Intercement (ICBR3), Movida (MOVI3), Petrobras (PETR3)(PETR4), Valid (VLDI3) são algumas das empresas que protagonizam o noticiário corporativo desta segunda-feira, 15 de abril:

 

Empresas

Veja aqui as principais notícias das grandes empresas brasileiras, entre avisos aos acionistas, comunicados ao mercado, fatos relevantes e mais informações da imprensa especializada:

 

Informe corporativo

 

Copel (CPLE6) 

A Copel (CPLE6) comunicou que a Radar Gestora de Recursos atingiu uma participação na companhia de 66.055.900 ações ordinárias, representativas de 5,08% do total dessa classe de ação.

 

Engie (EGIE3)

O CEO de Engie (EGIE3) no Brasil, Mauricio Bähr, disse em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, que o modelo de subsídios para energias renováveis no Brasil se esgotou e, agora, funciona como um “Robin Wood às avessas”, com a transferência de renda dos mais pobres para os ricos.

 

EzTec (EZTC3)

A EzTec registrou um valor geral de vendas (VGV) de R$ 457,5 milhões em lançamentos no primeiro trimestre de 2024, de acordo com a prévia operacional divulgada pela companhia na última sexta-feira (12).

O resultado representa um avanço contra o primeiro trimestre de 2023 em 260%, que ficou em R$ 127,0 milhões.

As vendas brutas caíram 20,2% no trimestre, para R$ 330,30 milhões, e as vendas líquidas caíram 19,6%, para R$ 299,60 milhões.

O preço médio das unidades vendidas foi de R$ 615,10 mil no primeiro trimestre, 9,2% maior na comparação anual.

 

Intercement  

A Intercement está empenhada em concluir a venda da companhia para evitar um novo embate com credores e a aceleração de suas dívidas em maio, que somam ao menos R$ 8 bilhões e têm vencimentos em maio e julho, informa a Coluna do Broadcast no jornal O Estado de S.Paulo.

Entre empresas que já manifestaram interesse pela InterCement estão a CSN (CSNA3) e a Votorantim Cimentos.

 

Movida (MOVI3)

A Movida (MOVI3) informou, por meio de fato relevante, que vai passar a adotar guidances para 2024 como estratégia para melhorar a rentabilidade com foco na recomposição do preço da diária.

A empresa acredita ser possível expandir o yield médio mensal da frota operacional da divisão de rent a car (RAC) para 4,2% ao mês este ano, o que representaria um aumento de R$ 387,0 milhões de receita ao ano.

 

Petrobras (PETR3)(PETR4)

A Associação Brasileira das Empresas de Bens e Serviços de Petróleo (Abespetro) disse que decisão da Petrobras (PETR3)(PETR4) de reduzir de noventa dias para trinta dias o pagamento a fornecedores, nos contratos a partir de 1º de maio, foi “acima das expectativas”.

 

Randon (RAPT4)

O banco norte-americano Morgan Stanley elevou participação para 5,10% do total.

 

Valid (VLID3)

A Valid (VLDI3) aprovou a realização da 10ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única e no valor de R$ 250 milhões, com a possibilidade de distribuição parcial.

 

Wilson Sons (PORT3)

A Radar reduziu para 9,99% sua participação das ações ordinárias (ON).