quarta, 29 de maio de 2024
Ações

Destaques: Gerdau (GGBR3), Hypera (HYPE3), Petrobras (PETR4), Totvs (TOTS3), Yduqs (YDUQ3) e mais

Veja aqui as principais notícias das grandes empresas brasileiras, entre avisos aos acionistas, comunicados ao mercado, fatos relevantes e mais informações da imprensa especializada

02 fevereiro 2024 - 17h50Por Redação SpaceMoney
Totvs, controladora da DimensaTotvs, controladora da Dimensa - Crédito: Divulgação

Gerdau (GGBR3), Hypera (HYPE3), Petrobras (PETR3)(PETR4), Totvs (TOTS3), Yduqs (YDUQ3) e mais são algumas das empresas que protagonizam o noticiário corporativo desta sexta-feira, 2 de fevereiro:

 

Empresas

Veja aqui as principais notícias das grandes empresas brasileiras, entre avisos aos acionistas, comunicados ao mercado, fatos relevantes e mais informações da imprensa especializada:

 

Balanços

Agenda:

DIA DATA EMPRESA CÓDIGO HORÁRIO
Terça-feira 30 de janeiro Romi ROMI3 Após o fechamento dos mercados
Quarta-feira 31 de janeiro Santander SANB11 Antes da abertura dos mercados
Quinta-feira 1° de fevereiro Banco Pan BPAN4 Antes da abertura dos mercados
Quinta-feira 1° de fevereiro BR Partners BRBI11 Após o fechamento dos mercados

 

BR Partners (BRBI11)

BR Partners (BRBI11), um dos maiores bancos de investimentos independentes do Brasil, registrou lucro líquido de R$ 43,1 milhões no quarto trimestre de 2023, uma alta de 27,6% ante igual período do ano anterior. No ano, o lucro da instituição subiu 5,4%, para R$ 155,1 milhões.

No 4T23 da BR Partners, a companhia somou receita total de R$ 124,3 milhões, valor 27,2% maior que o visto no mesmo intervalo do ano anterior. Em 2023, a linha teve uma elevação de 5,4%, totalizando R$ 435,8 milhões ante 2022.

Veja dados completo.

 

Leia mais: Veja o calendário completo de balanços do 4º trimestre das empresas listadas na B3

 

Informe corporativo

Arezzo (ARZZ3) e Soma (SOMA3) escolhem XP para assessorar fusão e acordo deve ser fechado em breve

 

XP Investimentos foi escolhida para ser o assessor da fusão entre a Arezzo (ARZZ3) e o Grupo Soma (SOMA3), segundo apuração do site Valor Econômico.

Nesse mandado, a b não foi contratada por nenhum lado, mas atuará como assessor da transação.

Conforme o Valor, as conversas rumo à fusão começaram a avançar após contatos diretos entre Alexandre Birman e Roberto Jatahy, acionistas e presidentes da Arezzo e do grupo Soma, respectivamente.

Saiba mais.

 

CVC (CVCB3)

A CVC (CVCB3) infrmou que a Absolute Gestão de Investimentos atingiu fatia de 5,31% do capital.

 

Casas Bahia (BHIA3) diz que, no momento, não existe definição sobre emissão de debêntures

 

A Casas Bahia (BHIA3) afirmou que, “não há, no momento, qualquer definição quanto a eventual captação de recursos por meio da emissão de debêntures”.

A varejista respondeu aos rumores de que avaliaria uma emissão de R$ 1 bilhão, para estender o prazo de títulos com vencimento programado para abril.

De acordo com o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, a operação seria lançada com ancoragem dos bancos que são os maiores credores da companhia — Bradesco (BBDC4) e Banco do Brasil (BBAS3) —, para sinalizar ao mercado confiança na reestruturação da
Casas Bahia.

A companhia esclarece que estuda e avalia constantemente com bancos e outros assessores financeiros oportunidades e alternativas de financiamento e captação de recursos no mercado de capitais para alongamento de prazo de dívidas e otimização da sua estrutura de capital, pela execução do seu plano de transformação.

 

Dasa (DASA3) diz que não procede negociação para venda de fatia ou controle

A Dasa (DASA3) afirmou à B3 e à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que não procede a informação de existência de negociação de operação de venda da companhia ou seu controle para terceiros. Ontem (1), a Bloomberg News informou que a companhia buscava viabilizar a transação e que até mesmo a Rede D Or (RDOR3) seria uma das interessadas.

 

Embraer (EMBR3)

A Embraer (EMBR3) informou que o Brandes Investment Partners reduziu a participação acionária na companhia para 110.036.725 de papéis, representando 14,86% do total deste tipo de ação.

 

Energisa (ENGI11)

A Energisa (ENGI11) informou que acionista tem entre 5 e 8 de fevereiro para solicitar conversão de ações para formação de units.

 

Gerdau (GGBR3) vende fatia de 50% de suas subsidiárias para Grupo INICIA

A Gerdau (GGBR3) comunicou que foi concluída a venda, para o Grupo INICIA, da participação societária de 50,00% na joint-venture Gerdau Metaldom (e subsidiárias).

Comunicado foi feito na última quinta-feira, 1º de fevereiro, e nele consta que em relação à venda da participação societária de 49,85% da joint-venture, e também subsidiárias, Diaco S.A., a companhia reitera sua estimava que o fechamento da transação deverá ocorrer dentro do primeiro semestre deste ano.

Saiba valor da operação.

 

GPS (GGPS3) conclui compra da Marfood, pela Top Service

 

Hypera (HYPE3)

A Hypera (HYPE3) informou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Sustentável (BNDES) aprovou crédito de R$ 500 milhões para companhia investir em inovação.

Saiba mais.

 

Itaú (ITUB4) emite R$ 1 bilhão em letras financeiras 

 

O Itaú (ITUB4) realizou emissões de Letras Financeiras Subordinadas Nível 2, no montante total de R$ 1 bilhão. R$ 530 milhões vencerão em fevereiro de 2034 e R$ 470 milhões vencerão em fevereiro de 2039.

As letras financeiras possuem opção de recompra a partir de 2029 e 2034, respectivamente, e se sujeitam à prévia autorização do Banco Central do Brasil.

As letras financeiras contribuirão para Capital Nível 2 do Patrimônio de Referência da Companhia, com impacto estimado de 0,08 p.p no seu índice de capitalização Nível 2.

Leia mais.

 

Lojas Renner (LREN3): BlackRock eleva participação acionária

 

Petrobras (PETR3)(PETR4)

A Petrobras (PETR3)(PETR4) informou que divulgará o seu Relatório de Produção e Vendas do quarto trimestre de 2023 no dia 08 de fevereiro, e o seu Relatório de Desempenho Financeiro do mesmo período no dia 07 de março.

Segundo a companhia, ambos os relatórios serão apresentados após o fechamento dos mercados.

No dia 08 de março, a estatal marcou um webcast para apresentar os resultados. O evento será apresentado em português e contará com tradução simultânea para o inglês.

 

Raízen (RAIZ4) firma parceria com BYD para impulsionar mobilidade elétrica sustentável

 

Totvs (TOTS3) fecha contrato para compra da Quiver, no valor de R$ 115 milhões

 

A Totvs (TOTS3) comunicou, na última quinta-feira (1), que sua controlada, Dimensa, celebrou um contrato para aquisição da totalidade do capital social da Quiver pelo montante de R$ 115 milhões.

A princípio, o acordo prevê o pagamento de preço de compra complementar sujeito ao cumprimento de determinadas condições.

Veja.

 

Vittia (VITT3) se despede de Gilmar Chbâne Bosso, após conselheiro renunciar cargo

 

A Vittia (VITT3) comunicou, na última quinta-feira (1), que Gilmar Chbâne Bosso pediu renúncia ao cargo de Membro Efetivo do Conselho de Administração, com efeitos imediatos.

Bosso deixa o conselho pouco menos de um ano após sua eleição, que aconteceu na Assembleia-Geral Ordinária em 28 de abril de 2023.

 

Vale (VALE3): quatro opções para a sucessão estão à mesa e nenhuma delas passa por Mantega

 

O conselho de administração da Vale (VALE3) se reúne excepcionalmente nesta sexta-feira (2) para discutir a sucessão à frente da mineradora, mas existe uma tendência de que decisões não se esgotem nesta ocasião e que um encontro possa ser agendado para a próxima semana ou após o feriado de Carnaval, informou o blog do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

De acordo com a apuração, Eduardo Bartolomeo, atual CEO, “ tem feito intensa campanha para continuar” à frente da companhia. Seu único rival postulante citado pela matéria foi Luís Henrique Guimarães, ex-presidente da Cosan (CSAN3) e membro do conselho de administração.

Saiba mais.

 

Yduqs (YDUQ3): Fidelity aumenta participação e passar a deter 5,05% de ações da companhia

A Yduqs (YDUQ3) comunicou, na última quinta-feira (1), que a Fidelity aumentou sua participação na companhia e adquiriram o total de 15.620.503 ações ordinárias, equivalentes a 5,05% do total de ações ordinárias de sua emissão.

Segundo o comunicado da empresa, o objetivo desse aumento de participação tem finalidade de investimento passivo, não havendo intenção de alterar o controle acionário ou a estrutura administrativa da Yduqs.

Ações recomendadas

Totvs (TOTS3): compra da Quiver foi um bom negócio para a Dimensa? XP Investimentos responde!

Nem Soma (SOMA3), nem Arezzo (ARZZ3): Nord tem preferência por ações da Renner (LREN3)

Cielo (CIEL3): após ações subirem 25%, BTG Pactual recalcula rota 

Usiminas (USIM5): números do 4T23 devem ser melhores, mas não revertem prejuízo, diz Genial

Eletromidia (ELMD3): BTG Pactual espera balanço forte no 4º trimestre