quarta, 29 de maio de 2024
Ações

Copel (CPLE6) aguarda "valor adequado" para fechar venda da Compagás

Desejo da companhia elétrica é concluir alienação no primeiro semestre deste ano, mas não executará o desinvestimento por qualquer preço

01 março 2024 - 11h15Por José Chacon
Sede da Copel, em Curitiba. Sede da Copel, em Curitiba. - Crédito: Aniele Nascimento -Arquivo, Tribuna do Paraná

O CEO da Copel (CPLE6), Daniel Slaviero, disse nesta sexta-feira (1), que a empresa elétrica não irá vender sua participação na Compagás caso não surja um acordo que atenda o valor considerado "adequado" pela companhia.

A declaração do executivo foi feita em teleconferência de resultados do 4T23. Na ocasião, Slaviero afirmou que a companhia mantém sua expectativa de vender sua fatia na Compagás no primeiro semestre, mas ressaltou que não fará o desinvestimento a qualquer preço, por considerar que se trata de um ativo "super premium".

"Nossa prioridade não é o prazo, mas sim a maximização do valor desse ativo. Até porque, se não chegarmos a um valor que consideramos adequado pela empresa, nós simplesmente não iremos vender a Compagás", concluiu o CEO da Copel.