Economia

Cielo (CIEL3): faturamento do varejo cai 1,6% em junho, diz ICVA

Setores de Bens Duráveis e Semiduráveis, Bens Não Duráveis e Serviços registraram quedas, sendo vestuário, livrarias e papelarias, e estética e cabeleireiros os segmentos mais impactados

-
-

Em junho, o faturamento do varejo caiu 1,6% em termos reais em comparação ao mesmo mês de 2023, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) da Cielo (CIEL3).

Nominalmente, houve um aumento de 2,8%. Os setores de Bens Duráveis e Semiduráveis, Bens Não Duráveis e Serviços registraram quedas, sendo vestuário, livrarias e papelarias, e estética e cabeleireiros os segmentos mais impactados.

No entanto, segmentos ligados ao Dia dos Namorados, como óticas, joalherias, varejo alimentício especializado e recreação e lazer, mostraram crescimento.

A ausência do feriado de Corpus Christi em junho de 2024, ao contrário de 2023, contribuiu com um dia útil a mais, suavizando o resultado negativo.

Carlos Alves, vice-presidente da Cielo, destacou que o Dia dos Namorados ajudou a amenizar a queda do faturamento geral.

“Assim como o Dia das Mães representou um alento para o Varejo no mês de maio, em
junho foi a vez do Dia dos Namorados desempenhar esse papel. O resultado dos

chamados segmentos presenteáveis não foi suficiente para estancar a queda do
faturamento em geral, mas a data amenizou resultado que seria ainda mais negativo”, comentou.