segunda, 17 de junho de 2024
Ações

Americanas (AMER3) quer vender Natural da Terra até por metade do valor de compra, diz site

Segundo o Broadcast, as propostas que chegaram à varejista foram mais baixas que os cerca de R$ 1 bilhão pedido

20 maio 2024 - 12h30Por Redação SpaceMoney
Filial da Lojas Americanas situado na Rua Riachuelo, na Lapa, Rio de Janeiro, Brasil.Filial da Lojas Americanas situado na Rua Riachuelo, na Lapa, Rio de Janeiro, Brasil. - Crédito: Eduardo P via Wikimedia Commons

A Americanas (AMER3) cogita vender o Hortifruti Natural da Terra por até metade do valor de quando comprou em 2021, por R$ 2,1 bilhões, apurou a coluna Broadcast no Estadão.

No entanto, as propostas que chegaram à varejista foram mais baixas que os cerca de R$ 1 bilhão pedido.

“Acharam que era uma liquidação”, disse uma pessoa próxima às negociações, ao Broadcast.

A venda é pensada muito mais por uma questão de estratégia do que de alívio financeiro, visto que a companhia terá, em breve, um aumento de capital de R$ 24 bilhões.

Já quando se pensa na gestão do negócio, que ainda tem o desafio de tornar o comércio eletrônico de estoque próprio relevante, mantendo a rentabilidade, ter de tomar conta de um hortifruti e de uma rede de franquias não parece o melhor caminho.

Sobretudo, a Americanas suspendeu o processo de venda do Hortifruti Natural da Terra e da Uni.co ainda no ano passado e afirmou, em fato relevante, não ter planos de retomar o procedimento no curto prazo. 

A Americanas comprou 70% da Uni.co, dona da Imaginarium, por um valor não revelado, em 2021. Neste ano, a companhia comprou os 30% restantes por R$ 106,9 milhões. 

As informações são da coluna do Broadcast no Estadão.