segunda, 17 de junho de 2024
Ações

Americanas (AMER3) informa resultado do leilão reverso

Varejista vai utilizar R$ 2 bilhões para o pagamento dos créditos quirografários constantes das propostas vencedoras, já considerados os descontos oferecidos no âmbito do respectivo evento

27 maio 2024 - 23h46Por Lucas de Andrade
Fachada Americanas - Shopping Rio Sul RJ Fachada Americanas - Shopping Rio Sul RJ - Crédito: Gustavo Lacerda

A Americanas (AMER3), empresa em recuperação judicial, informou o resultado do leilão reverso, em que contém a cascata final de pagamentos das ofertas apresentadas pelos credores habilitados que foram consideradas vencedoras.

De acordo com o resultado, foram consideradas propostas vencedoras aquelas ofertas realizadas pelos credores habilitados que apresentaram percentuais de desconto a partir de 73,10% (inclusive) sobre o valor dos créditos ofertados.

A companhia vai utilizar o valor total de R$ 2.039.757.146,31, equivalente ao montante de R$ 2 bilhões corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para o pagamento dos créditos quirografários constantes das propostas vencedoras, já considerados os descontos oferecidos no âmbito do respectivo leilão reverso.

Considerado que o valor do leilão reverso não vai ser suficiente para pagamento integral de todos os créditos constantes das propostas vencedoras, já considerados os descontos oferecidos no âmbito do respectivo evento, a companhia informa que os credores habilitados que ofereceram percentuais de desconto a partir de 73,110% (inclusive) receberão o pagamento integral de seus créditos ofertados considerados os descontos oferecidos, e os credores habilitados que ofereceram o desconto de 73,10% sobre o valor de seus créditos ofertados receberão o pagamento de seus respectivos créditos ofertados considerados os descontos oferecidos, de forma pro rata.

O pagamento dos créditos constantes das propostas vencedoras vai ser realizado até a data de fechamento da Opção de Reestruturação II, prevista no PRJ (i.e., no prazo de até 150 dias contados da data de homologação ou 1 de junho de 2024, o que ocorrer por último).