Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Recomendação

XP reitera recomendação de compra das ações da Vivara (VIVA3)

Corretora elevou o preço-alvo de R$ 33 para R$ 40

17 junho 2021 - 12h26Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - Os analistas da XP Investimentos reiteraram a recomendação de Compra e elevaram o preço-alvo da Vivara (SA:VIVA3) de R$ 33 para R$ 40 por verem a companhia como o melhor player para consolidar o setor, além de terem expectativas de sólidos resultados apesar do forte aumento de custo de matéria-prima em 2020.

Segundo os analistas, em relatório desta quarta-feira (16), a retomada da economia deve beneficiar a Vivara, com a expansão da linha Life contribuindo para o crescimento e rentabilidade dado o mercado endereçável e margens.

Um ponto interessante levantado pelos analistas é que, em outros países e regiões onde a vacinação está mais acelerada, as varejistas de luxo foram um dos principais beneficiários da tendência de “compra por vingança” dos consumidores, que, segundo eles, “acumularam uma vontade de se presentear após passar por um período tão difícil”.

Para a XP, a Vivara está bem posicionada para se beneficiar dessa tendência de curto prazo, além de também surfar com a nova onda de casamentos que devem vir no pós-pandemia.

Segundo a corretora, os casamentos no Brasil apresentaram uma queda de 25% na base anual, para 716 mil, contra 950 mil por ano nos últimos cinco. Eles destacam também a reversão na tendência de crescimento de nascimentos, passando de uma alta anual média de 4,4% entre 2015 e 2019 para uma queda de 6%.

Para eles, esses eventos devem acelerar em 2022 com a volta à normalidade, o que deve contribuir para o crescimento de vendas da Vivara considerando que as linhas de alianças e bebê representam cerca de 10% das vendas totais.

Os analistas destacam que a região Sudeste, que concentra 51% das lojas da companhia, foi responsável por 38% e 55%, respectivamente, da queda nos casamentos e nascimentos no Brasil.

Eles também apontam como positiva uma potencial compra da H.Stern pela Vivara, “uma vez que adicionaria uma marca mais premium ao portfólio, ao mesmo tempo em que removeria um dos maiores competidores do segmento”.

Os analistas acreditam que a companhia irá olhar oportunidades que possam expandir o mercado endereçável através de públicos mais premium ou mais populares, ou que adicionariam e fortaleceriam uma capacidade estratégica como a frente digital.

Perto das 11h50, os papéis da Vivara subiam 2,55%, a R$ 33,04.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: