Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Imóveis

Veja 7 dicas para comprar o primeiro apartamento 

Alguns itens importantes que devem ser levados em consideração para quem deseja escolher seu imóvel sem dor de cabeça

22 março 2021 - 16h53Por Redação SpaceMoney

Comprar o primeiro apartamento pode parecer um processo muito complicado, afinal, existem algumas etapas a serem consideradas: procurar um imóvel, definir a forma de pagamento e ainda lidar com toda a documentação. Mas, apesar de parecer uma saga interminável, é possível aprender a comprar um imóvel seguindo alguns passos essenciais, que permitem fazer uma ótima escolha.

O Apto, plataforma que conecta potenciais compradores de imóveis novos a construtoras e empreendimentos em todo o Brasil, traz 7 dicas para quem vai comprar seu primeiro apartamento e está com dúvidas de como facilitar esse caminho. 

"Existem alguns itens que são essenciais para uma boa decisão de compra. Avaliar a orientação solar do apartamento, reconhecer os tipos de plantas, analisar as formas de pagamento, observar as características arquitetônicas dos imóveis são alguns desses passos. Esta é uma jornada única, mas com informação e conhecimento fica muito mais fácil para resolver", analisa Alex Frachetta, CEO do Apto. 

1. Procurar um apartamento: o primeiro passo é procurar um imóvel de acordo com as suas necessidades, a sua configuração familiar e o seu estilo de vida. Para isso, o ideal é analisar alguns aspectos com atenção e ter seus objetivos bem definidos, para que você não se perca no meio do caminho. É possível optar por um apartamento novo, baseado nos diferenciais que oferece, ou, então, escolher um imóvel usado, que, na maioria das vezes, proporciona mais espaço e comodidade. 

2. Considerar o preço e a localização: muitas vezes, o preço é o primeiro ponto a ser considerado, principalmente ao buscar um apartamento baseado em sua localização, já que esse é um fator que influencia diretamente no valor do imóvel. Durante a busca, é essencial atentar-se à informações sobre a segurança do local. Assim como também é fundamental entender quais são as possibilidades de mobilidade, como ciclovias, ônibus e metrô, por exemplo. 

3. Avaliar a infraestrutura: esse item é muito importante na hora de escolher seu imóvel. Afinal, a oferta de comércio e variados serviços é importante para garantir a qualidade de vida no apartamento. Avalie o acesso a escolas, hospitais, mercados e opções de lazer, por exemplo. 

4. Acompanhar o estágio do empreendimento: para quem deseja comprar um apartamento novo é importante ponderar o estágio em que está o prédio. É possível optar por um imóvel em construção, um lançamento ou um apartamento pronto para morar. Cada uma das opções possui características diferentes, como benefícios para primeiros compradores, possibilidade de personalização da planta ou vantagem em relação ao valor da entrada. 

5. Ver o tipo de planta: existem diversos tipos de apartamentos, cada um com uma característica específica e uma funcionalidade diferente. De kitnets a coberturas, existem opções para todos os gostos e necessidades. Em meio à variedade, você também pode se deparar com diferentes áreas comuns, serviços e também com a taxa condominial. Para entender melhor cada utilidade, vantagem e benefício, a ajuda profissional é muito bem-vinda. Existem muitos sites e aplicativos que podem facilitar essa busca, que, inclusive, pode ser feita totalmente online. 

6. Estudar formas de pagamento: muitas vezes, os anúncios imobiliários não divulgam os preços dos imóveis devido a diversas variáveis. Por isso, é importante conhecer a margem de negociação, entender quais são as possíveis formas de pagamento e entrar em um acordo sobre essa questão. Seja à vista, por meio do consórcio, da permuta ou da utilização do FGTS no pagamento, é fundamental conhecer a média dos valores dos imóveis selecionados, estudar as formas de pagamento, para, então, escolher aquela que é melhor para o seu planejamento. 

7. Se atentar a documentação: Nessa etapa, o processo será formalizado por meio dos deveres e das obrigações que envolvem comprador e vendedor. O contrato é a comprovação da posse do imóvel. Ele regulamenta os detalhes e contém todas as informações referentes ao processo de venda. E atenção: é fundamental se programar em relação a possíveis gastos extras. Eles variam de acordo com a forma de pagamento escolhida no momento da compra do apartamento. 

Informações da NR-7 Comunicação 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: