sábado, 22 de janeiro de 2022
[Square Banner - Mobile Topo 2] [300x250] [mobile] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
[SpaceNow Desktop] [200x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
[SpaceNow Mobile] [150x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
Após balanço 2T21

Tim (TIMS3): Resultados superam expectativas; ação sobe

Após a publicação dos números, o Goldman Sachs e a Mirae Asset reiteraram sua recomendação de Compra para o papel, com preços-alvo de R$ 20

27 julho 2021 - 12h40Por Investing.com
[Billboard Topo 2] [970x250] [pagina-inicial] - Assessoria Ipê Investimentos 2022

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - Após começar o dia entre as maiores altas do Ibovespa, as ações da Tim (SA:TIMS3) perderam força e eram negociadas a R$ 11,59, alta de 0,35%, por volta das 12h23 (horário de Brasília) desta terça-feira (27).

A alta dos papéis segue a divulgação de resultados acima das expectativas do mercado para o segundo trimestre.

Após a publicação dos números, o Goldman Sachs e a Mirae Asset reiteraram sua recomendação de Compra para o papel, com preços-alvo de R$ 20.

[04] [Square Detalhe Notícia] [300x250] [geral] Melhores investimentos 2022

Entre os números reportados pela companhia, o lucro líquido de R$ 672 milhões ficou significativamente acima da projeção do Goldman, de R$ 298 milhões, e 158% acima do segundo trimestre do ano passado, devido a resultados operacionais e financeiros acima do esperado.

A receita de R$ 4,407 bilhões apresentou alta de 11% na comparação anual, superando a estimativa do GS em 4%, mas em linha com o consenso dos analistas consultados pela Bloomberg.

Dentro do indicador, a receita de serviços móveis apresentou alta anual de 8%. O Ebitda ajustado, de R$ 2,101 bilhões, subiu 6% em relação ao mesmo período de 2020

A margem Ebitda de 47,7%, por sua vez, ficou abaixo das projeções do Goldman e do consenso, devido à retomada das atividades, que implica maiores custos. De fato, os custos e despesas cresceram 15% na comparação anual.

Na visão do Goldman Sachs (NYSE:GS), os principais riscos para a Tim são uma piora no cenário macroeconômico e riscos de execução relacionados a iniciativas de eficiência de custos.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content