segunda, 06 de dezembro de 2021
Radar Corporativo

Tim (TIMS3), Bradespar (BRAP4) e Vale (VALE3) lideram altas do Ibovespa

Confira as principais notícias corporativas do dia

22 novembro 2021 - 10h50Por Investing.com

Por Ana Beatriz Bartolo, da Investing.com - O Ibovespa opera com leve valorização de 0,48%, a 103.567 pontos às 10h24. Tim (SA:TIMS3), Bradespar (SA:BRAP4) e Vale (VALE3) lideram as altas do dia, enquanto JHSF (SA:JHSF3), Grupo Soma e Rede Dor se destacam entre as quedas.

Confira as principais notícias corporativas do dia.

Lojas Renner (SA:LREN3) - Para se afastar do conceito de fast-fashion e se tornar mais sustentável, as Lojas Renner estão tentando produzir peças que durem mais do que uma estação e começaram a investir em energia renovável. Os primeiros frutos já estão sendo colhidos. A empresa acaba de apresentar a maior pontuação entre as varejistas em todo o mundo no índice Dow Jones de sustentabilidade, referência na avaliação de ações ESG de empresas de capital aberto.

As ações recuam 0,28%, a R$ 32,23.

CCR (SA:CCRO3) - No seu boletim semanal de tráfego nas concessões rodoviárias que administra, a CCR aponta que nas rodovias, o tráfego total cresceu 13,2% entre 12 a 18 de novembro de 2021, ante o mesmo intervalo do ano passado. Sem a concessionária ViaSul e ViaCosteira, houve avanço de 3,4%. Já no acumulado do ano até 18 de novembro, a movimentação apresentou alta de 14,7% (consolidado) e de 8,6% (sem ViaSul e Via Costeira).

Os papéis caem 0,67%, a R$ 11,95.

Petrobras (SA:PETR4) - A Petrobras anunciou o pagamento de R$ 2,195126 por ação ordinária e preferencial a título de dividendos e R$ 1,055361 bruto por ação ordinária e preferencial de juros sobre capital próprio (JCP).

Os ativos avançam 2,76%, a R$ 26,82.

Eletrobras (SA:ELET3) - O conselho de administração da Eletrobras aprovou a contratação do Sindicato de Bancos, que irá fazer a estruturação da operação de follow on, visando a privatização da estatal. Os coordenadores líderes, que são o Bank of America, BTG Pactual (SA:BPAC11), Goldman Sachs (NYSE:GS), Itaú BBA e XP Investimentos. As instituições bookrunners são Bradesco BBI, Caixa Econômica Federal, Citi, Credit Suisse (SIX:CSGN), JP Morgan, Morgan Stanley (NYSE:MS) e Safra.

As ações recuam 1,20%, a R$ 32,14

Smart fit (SA:SMFT3) - A Smart fit aprovou a realização da sexta emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações da Companhia, no montante de, inicialmente, R$ 1,325 bilhão.

Os papéis caem 1,57%, a R$ 22,37.

Hospital Mater Dei Sa (SA:MATD3) - O Mater Dei aprova a aquisição de participação representativas de 99,6%do Hospital Santa Genoveva Ltda. e de 100% do Centro de Tomografia Computadorizada de Uberlândia. No total, foram pagos R$ 309 milhões.

As ações se desvalorizam 0,06%, a R$ 15,57.

Eneva (SA:ENEV3) - A Eneva fechou um acordo de exclusividade e cooperação com Servtec para o desenvolvimento de um terminal de GNL no Porto do Itaqui ou imediações.

Os ativos caem 1,23%, a R$ 15,31.

Randon (SA:RAPT4) - A Randon teve uma receita líquida consolidada de R$ 898,2 milhões em outubro, uma alta de 44,1% sobre o mesmo mês de 2020.

Os papéis sobem 0,56%, a R$ 10,85.

Fras-le (SA:FRAS3) - A Fras-le teve uma receita líquida consolidada de R$ 254,6 milhões em outubro, uma alta de 17,9% sobre o mesmo mês de 2020.

As ações recuam 0,38%, a R$ 13,05.
 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content