quinta, 02 de dezembro de 2021
Comunicado

Simpar (SIMH3): JSL (JSLG3) compra Transportes Marvel por R$ 245 milhões

Companhia aumenta participação no segmento de alimentos

10 junho 2021 - 09h08Por Redação SpaceMoney

Na manhã desta quinta-feira (10), a Simpar (SIMH3) informou, em fato relevante, que a sua controlada JSL (JSLG3) assinou contrato para adquirir 100% da Transportes Marvel por R$ 245 milhões. Com a compra, a empresa expande sua participação no segmento de alimentos.

Segundo a empresa, o contrato prevê a aquisição pela Companhia de 100% da Marvel por R$ 245 milhões. O valor de R$ 100 milhões será pago na data do fechamento da transação e o saldo remanescente em 12 parcelas mensais, nos meses subsequentes à data de fechamento.

Em nota, a Simpar diz que "a transação ampliará de forma relevante a atuação da JSL em transporte rodoviário de cargas congeladas e refrigeradas de alto valor agregado, e a representatividade do segmento de alimentos na companhia, oferecendo serviços no Brasil e outros países da América do Sul".

"A combinação das operações trará uma grande oportunidade de sinergias comerciais e operacionais, especialmente pela complementariedade de sua base de clientes e rotas percorridas", completa o texto.

A Transportes Marvel foi fundada em 1975 e oferece soluções de transporte de carga refrigeradas, congeladas e secas, principalmente ao setor alimentício, e possui atualmente uma das maiores frotas próprias de transporte internacional de refrigerados na América do Sul, com mais de 1,1 mil ativos operacionais, com caminhões com idade média de aproximadamente 3,6 anos.

De maio de 2020 a abril de 2021, a Transportes Marvel obteve receita líquida de R$ 251 milhões, R$ 62 milhões de Ebitda e lucro líquido obtido no patamar de R$ 19 milhões.

A companhia reportou a dívida líquida em R$ 114 milhões, o que resulta em uma alavancagem de 1,8x.

Somadas as outras quatro aquisições realizadas entre agosto de 2020 e fevereiro de 2021, a JSL adiciona, em números anualizados, R$ 1,7 bilhão à Receita Bruta da Companhia, aumentando de R$ 3,4 bilhões para um total de R$ 5,1 bilhões, um crescimento de 50%.

A implementação do contrato está condicionada ao cumprimento de obrigações e condições precedentes usuais a esse tipo de operação, incluindo sua submissão para aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content