quinta, 20 de janeiro de 2022
[Square Banner - Mobile Topo 2] [300x250] [mobile] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
[SpaceNow Desktop] [200x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
[SpaceNow Mobile] [150x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
Em busca de respostas

Senadores americanos querem ouvir Mark Zuckerberg sobre apagão das redes sociais

Políticos estão insatisfeitos com silêncio e ausência do fundador do Facebook diante do problema da última segunda-feira

06 outubro 2021 - 10h19Por Redação SpaceMoney
[Billboard Topo 2] [970x250] [pagina-inicial] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
Mark Zuckerberg, fundador e dono do FacebookMark Zuckerberg, fundador e dono do Facebook - Crédito: Reuters

Durante a audiência com Frances Haugen, nesta quarta-feira (6), os senadores americanos manifestaram o desejo de ouvir Mark Zuckerberg, fundador e dono do Facebook, sobre o apagão que a rede social sofreu na última segunda. Ainda não se sabe se o executivo será convidado ou intimado.

Na abertura da audiência, o senador democrata Richard Blumenthal disse: “Mark Zuckerberg deveria se olhar no espelho hoje, assumir responsabilidade e mostrar liderança”.

Zuckerberg já prestou depoimentos diante das autoridades americanas em outras oportunidades, como em 2018, no caso da Cambridge Analytica (até então, o maior escândalo da empresa), e em 2020, junto com outros CEOs do Vale do Silício (como Jack Dorsey, do Twitter, e Sundar Pichai, do Google), para prestar esclarecimentos sobre a Seção 230, peça legislativa americana que garante regras sobre liberdade de expressão e moderação de conteúdo.

[04] [Square Detalhe Notícia] [300x250] [geral] Melhores investimentos 2022

De acordo com os meios de comunicação dos Estados Unidos, Zuckerberg estaria fugindo das crises da empresa para preservar a sua imagem. Em janeiro deste ano, a companhia estabeleceu um plano para afastar o fundador do Facebook (FBOK34) do envolvimento com escândalos.

A estratégia, porém, não agrada as autoridades. Os senadores notaram a ausência e o silêncio do fundador da rede social em relação à nova crise da plataforma.

*Com informações do Estadão

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content