Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
GPA

Safra vê GPA pronto para liderar e-commerce de alimentos; XP mantém como Neutro

19 novembro 2020 - 15h25Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - O GPA (SA:PCAR3) está abrindo caminho para se consolidar como líder no varejo alimentar online no país, disseram analistas da Safra Corretora em relatório após o Dia Digital 2020, evento organizado pela companhia para apresentar as metas e resultados do segmento.

Para a corretora, o programa de CRM digital do GPA e a presença da varejista em grandes regiões metropolitanas como São Paulo e Rio de Janeiro dão margem de manobra para capturar o crescente número de consumidores online. Os analistas escrevem que a margem Ebitda nas operações 1P acima dos 8%, como apresentado pela gestão, é positiva.

Já para os analistas da XP Investimentos, a companhia deve enfrentar, no entanto, uma concorrência maior, principalmente de empresas listadas, “apesar da estratégia de evitar eletrodomésticos reduzir esse risco”. A corretora levanta que o grupo está aberto para potenciais parcerias com essas companhias concorrentes, que a Safra Corretora, por sua vez, nomeia: Mercado Livre (NASDAQ:MELI), B2W (SA:BTOW3) e Magazine Luiza (SA:MGLU3), além da outra varejista de alimentos, Carrefour Brasil (SA:CRFB3).

Segundo ambas as casas, os esforços em torno do Marketplace do GPA, como a criação de uma empresa de logística específica no segmento para reduzir custos de entrega, deverá impulsionar as vendas e aumentar o tráfego e frequência das plataformas online.

A XP manteve a recomendação Neutra e o preço-alvo em R$ 70, enquanto a Safra Corretora recomenda Compra, com preço-alvo de R$ 102.

Novo marketplace

O GPA iniciou neste mês sua operação de marketplace, comercializando produtos de grandes varejistas de categorias que incluem vinhos, brinquedos e produtos para animais domésticos, em uma estratégia que terá no início do ano que vem aumento de sortimento e de oferta de serviços de logística da empresa para os vendedores na plataforma.

A companhia, dona das bandeiras Pão de Açúcar e Extra, afirma receber 240 milhões de visitas anuais de clientes a suas plataformas online de varejo e quer usar o conhecimento gerado por estas visitas para ampliar sua atuação em vendas digitais em um momento em que rivais também aceleram planos de venda pela internet aproveitando a carona dos efeitos da pandemia de Covid-19.

Nesta quinta-feira (19), a ação ordinária do grupo subia 0,33%, a R$ 69,43, com mínima de R$ 68,8 e máxima de R$ 69,81. O volume estava em R$ 33,2 milhões perto das 14h45 e o movimento ia na contramão da queda de 0,19% do Ibovespa, a 105.906 pontos.

*Com informações da Reuters

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: