Menu
Busca quarta, 20 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Organização financeira

Quer iniciar 2021 com as contas "no azul"? Confira dicas

28 dezembro 2020 - 11h38Por Redação SpaceMoney

Janeiro é um dos meses mais caros para a população brasileira. Já no começo do ano os consumidores devem lidar com uma série de despesas, como o IPTU, IPVA, materiais e matrículas escolares, que sufocam os orçamentos. 

Há ainda aqueles que não conseguiram arcar com as contas do fim de ano e agora precisam somá-las aos gastos de 2021. O deslize pode gerar uma grande “bola de neve” econômica, o que leva os consumidores a procurarem “auxílios” financeiros, muitas vezes com altos juros, para acertar o orçamento.

Os dados obtidos por um levantamento feito pelo Bom Pra Crédito, marketplace que une credores e tomadores de empréstimo, mostram que essa “bola de neve” tem pego cada vez mais brasileiros: a demanda por crédito pessoal cresceu 25% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com os três meses anteriores. 

Segundo o diretor de crédito da fintech, Felipe Lemos, isso se dá pois as pessoas não fazem um acompanhamento ativo de suas finanças durante o ano. "É muito importante reconhecer sua realidade financeira, ou seja, descobrir o quanto se ganha e gasta por mês para determinar o orçamento de gastos", ressalta ele.

O especialista indica alguns passos simples que podem ajudar nesse planejamento:

1. Conheça seu custo de vida

É preciso conhecer a sua realidade financeira, ou seja, descobrir o quanto você ganha e gasta por mês, incluindo os valores pagos em juros, empréstimos e contas. Para quem ainda não tem o hábito de anotar suas despesas, é importante começar o quanto antes e incluir os gastos sazonais, como material escolar, IPVA e IPTU, entre outros.

"É importante colocar tudo na ponta do lápis e somar os gastos finais. Existem diversos aplicativos e planilhas que podem ajudar o consumidor a organizar sua vida financeira", explica Lemos.

2. Planeje antes de gastar

Se as suas despesas são bem maiores do que a sua renda, é provável que esteja cometendo um dos piores erros financeiros: não pensar antes de assumir novas dívidas. "Antes de sair gastando sem pensar, é importante se planejar e, por isso, é preciso ter todos os seus gastos no papel", comenta Lemos.

3. Evite a compra de produtos só porque estão na promoção

Antes de colocar algo no carrinho, seja ele físico ou online, só porque está na promoção, reflita se o item é realmente necessário.

"Essa é uma das ações que mais atrapalham o orçamento, pois as pessoas compram muitos presentes no final do ano, fazem parcelas e acabam juntando com as contas do início do ano", destaca o diretor. "Diminuir os gastos desnecessários, planejar as compras ou deixar de comprar vão garantir que o consumidor viva esse momento de forma tranquila e consiga começar o ano com valores que caibam no bolso".

4. Não atrase pagamentos 

Cada dia de atraso no pagamento gera multas e taxas de juros composto. Para não perder dinheiro com isso, escolha uma data próxima ao dia do seu próprio pagamento. "Por isso, ficar 3 ou 4 meses sem fazer nenhuma compra parcelada pode criar um fôlego importante no orçamento", finaliza Lemos.

Com informações da assessoria de imprensa da Bom Pra Crédito
 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: