sexta, 24 de maio de 2024
Criptomoedas

Por que investir na África pode virar tendência em 2023?

DPA Token é um protocolo que facilita investimentos em projetos imobiliários e de infraestrutura africanos em grandes cidades africanas

08 março 2023 - 11h25Por Carlos Borges

A perspectiva de investir nos vários e diversos países da África é muito diferente do que era nas décadas anteriores.

A África está pronta para a industrialização em massa e o continente está crescendo, população, exportações, importações e, com esse crescimento, surge uma grande oportunidade para os investidores garantirem seu futuro financeiro.

Direct Property Africa Token (DPAT) fornece uma maneira fácil de investir em projetos de infraestrutura africanos, permitindo que qualquer pessoa se envolva no inevitável sucesso da África. Mas como funciona o DPAT e quais são suas vantagens?

O que é Token DPA (DPAT)?

DPA Token é um protocolo que facilita investimentos em projetos imobiliários e de infraestrutura africanos em grandes cidades como Acra em Gana e Cidade do Cabo na África do Sul. Ao distribuir propriedade e governança para usuários em todo o mundo, o protocolo permite que a comunidade opine sobre o que já foi construído, por quem, para quem e onde.

O token oferece uma plataforma segura para transações entre investidores internacionais que desejam colocar dinheiro nas 54 economias da África em expansão e desenvolvedores de projetos que precisam de financiamento alternativo. Todas as transações são garantidas como transparentes, seguras e imutáveis graças à tecnologia blockchain.

Os ivestidores podem esperar grandes recompensas e incentivos, incluindo bônus, descontos em taxas de transação, associação de governança, safári VIP na África e passeios pela cidade.

Como funciona o DPAT?

Os projetos imobiliários e de infraestrutura de todo o continente que requerem investimento e financiamento serão listados no mercado DPAT. Qualquer pessoa de qualquer lugar do mundo pode investir nesses projetos africanos com segurança e transparência a partir de US$ 5, graças à tecnologia de contabilidade distribuída e tokens lastreados em ativos.

Projetos de infraestrutura, construção residencial e comercial estarão todos disponíveis para investimento na plataforma, com exemplos que vão desde o desenvolvimento de novas comunidades com residências familiares seguras e protegidas até projetos de criação de micro-redes movidas a energia solar para eletricidade, desenvolvimento de infraestrutura de serviços de Internet de ponta e tudo mais.

A marca DPAT e o preço do token serão fortalecidos por meio da colaboração com os principais parceiros globais, construtores de infraestrutura crítica e desenvolvedores locais como Jacob West, o parceiro do primeiro projeto de desenvolvimento totalmente financiado por criptomoeda lançado recentemente The Khari em Accra, Gana. A auditoria do contrato inteligente DPAT foi concluída com sucesso pela SolidProof, e o grupo também concluiu seu processo KYC com a Coinsult.

Conclusão

A expansão do comércio regional, importações e exportações é prejudicada pela ausência de infra-estrutura e negócios que possam conectar os africanos e os mercados internacionais irão prosperar. A infraestrutura necessária como estradas, trens, portos, aeroportos, redes elétricas e backbone de TI impulsionará as economias do continente.

Espera-se também que os próximos cinco anos tragam 200 milhões de novos cidadãos para as cidades africanas - criando um aumento imobiliário de magnitude sem precedentes em todo o continente.

À medida que a plataforma continua a se expandir para novos mercados e a integrar mais serviços, os analistas acreditam que o tamanho do mercado e as oportunidades significam haver apenas uma direção para a moeda africana DPAT.

Qualquer um que pretenda capitalizar o inegável potencial econômico da África deve dar uma olhada mais de perto no DPA Token.