Menu
Busca domingo, 24 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Radar corporativo

PetroRio lidera ganhos do Ibovespa; BRF, Embraer e CSN têm maiores quedas

Essas são as principais notícias corporativas do dia

04 junho 2021 - 10h52Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - Os papéis de PetroRio lideravam as altas do Ibovespa, após a companhia precificar emissão de títulos de dívida no exterior de US$ 600 milhões e com o petróleo em forte alta nos últimos dias. B3 (SA:B3SA3) e Banco Inter (SA:BIDI11) seguiam a petroleira como as maiores altas.

Na ponta oposta, BRF, Embraer e CSN lideravam as baixas.

Essas são as principais notícias corporativas do dia.

JBS (SA:JBSS3) - A JBS USA informou que todas as operações de suas unidades foram restabelecidas após um ataque cibernético no último domingo (30). A ação subia 0,16%, a R$ 30,45.

XP (NASDAQ:XP) - A XP Investimentos está se preparando para a criação de uma plataforma de criptomoedas, com a intenção de “pegar carona em um tipo de ativo que está atraindo cada vez mais interesse entre investidores brasileiros”, apurou o jornal O Estado de S. Paulo. Negociado nos EUA, o papel fechou o último pregão em baixa de 1,18%, a US$ 39,53.

XP II - A XP anunciou um acordo para comprar uma fatia minoritária na gestora de fundos quantitativos Giant Steps.

Marfrig (SA:MRFG3) - A BRF (SA:BRFS3) comunicou que a Marfrig comprou mais ações da companhia através de opções e de compra em leilões. No todo, sua participação no capital da companhia pode chegar a 31,66%. Na esteira do anúncio, o papel caía 0,21%, a R$ 18,92.

Embraer (SA:EMBR3) - A Embraer recebeu autorização para a operação do jato E190-E2 no Aeroporto de London City, localizado próximo ao distrito financeiro de Londres é considerado o principal aeroporto de negócios da região, além de ser um hub para destinos na Europa continental. Apesar disso, a ação tinha queda de 0,06%, a R$ 17,81.

Itaú (SA:ITUB4) - O presidente do Itaú Unibanco, Milton Maluhy, disse que o banco precisa passar por uma grande transformação cultural. O executivo citou a necessidade de foco no cliente e em novas tecnologias. Negociada a R$ 31,50, a ação caía 0,38%.

Raízen - A Raízen protocolou pedido de oferta pública inicial de ações (IPO), em uma distribuição que pode ser a maior da história, devendo movimentar entre R$ 10 bilhões e R$ 13 bilhões. 

PetroRio (SA:PRIO3) - A controlada indireta da petroleira Petrorio Luxembourg precificou seus títulos de dívida emitidos no exterior, na forma de Senior Secured Notes, com vencimento em 2026, no valor total de US$ 600 milhões. A ação tinha ganhos de 1,08%, a R$ 20,50.

Aliansce Sonae (SA:ALSO3) - A operadora de shoppings centers aprovou a 4ª emissão de debêntures simples para colocação privada da companhia, no montante mínimo de R$ 400 milhões. A ação subia 0,89%, a R$ 30,62.

CSN (SA:CSNA3) - A siderúrgica informou que precificou uma oferta de títulos de dívida no valor de US$ 850 milhões com vencimento em 2031 e juros de 4,625% ao ano. O papel caía 1,14%, a R$ 46,06.

Vale (SA:VALE3) - A Vale recebeu notificação da Superintendência Regional do Trabalho para interdição das atividades em áreas próximas à barragem de Xingu, com impacto em Timbopeba e Alegria. A ação tinha queda de 0,7%, a R$ 113,94.

- Com Reuters e Estadão Conteúdo.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: