quarta, 01 de dezembro de 2021
Preços dispararam

Petróleo sobe após queda no ISM reforçar expectativas de dinheiro fácil

Pesquisa mostrou que a atividade está se expandindo a uma taxa rápida, embora índice tenha atingido nível que provocou temores de superaquecimento

03 maio 2021 - 12h48Por Investing.com

Por Geoffrey Smith, da Investing.com - Os preços do petróleo disparavam na segunda-feira (3) depois que um enfraquecimento em uma pesquisa de negócios nos EUA, muito esperada, acabou com qualquer preocupação persistente de que a política monetária em breve começará a se apertar.

A pesquisa de manufatura do Institute of Supply Management para abril mostrou que a atividade está se expandindo a uma taxa rápida, embora seu principal índice tenha enfraquecido de uma alta de 36 anos em março, um nível que provocou alguns temores de superaquecimento.

Por volta das 12h20 (horário de Brasília), os futuros do petróleo dos EUA subiam 1,6%, a US$ 64,58 o barril, enquanto a referência internacional Brent subia 1,4%, para US$ 67,72 o barril.

A demanda subjacente parece não ter diminuído, no entanto, especialmente nos EUA, onde os aeroportos relataram outro fim de semana de altas pós-pandemia em número de passageiros. O nível geral de passageiros ainda estava cerca de 35% abaixo dos níveis pré-pandêmicos, no entanto.

Ao mesmo tempo, a demanda de gasolina dos EUA aumentou 3% na semana passada para o segundo nível mais alto desde o início da pandemia, com níveis de demanda no domingo quase 5% sobre a média de quatro semanas, de acordo com dados do GasBuddy.

Os futuros da gasolina RBOB subiam 1,9% para uma nova alta em sete semanas, de US$ 2,1160 por galão.

Anteriormente, dados da Administração de Informação de Energia mostraram que o fornecimento de petróleo dos EUA havia caído em quase 1,2 milhão de barris por dia como resultado das tempestades de inverno que atingiram o Texas e outras regiões produtoras de petróleo.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content