quinta, 26 de maio de 2022
Commodities

Petróleo avança e registra quarta semana consecutiva de ganhos

Preços avançam à medida que a demanda global parece aumentar, apesar do crescimento dos casos da Ômicron, enquanto a oferta permanece limitada

14 janeiro 2022 - 14h30Por Investing.com

Por Peter Nurse, da Investing.com - Os preços do petróleo avançaram na sexta-feira, registrando sua quarta semana consecutiva de ganhos à medida que a demanda global parece aumentar, apesar do crescimento dos casos da ômicron, enquanto a oferta permanece limitada.

Às 14h28, os contratos futuros do petróleo WTI, comercializado em Nova York e referência de preços nos EUA, eram negociados com alta de 1,41% a US$ 83,28 por barril, enquanto os contratos do Brent, cotado em Londres e referência mundial de preço, apresentavam alta de 1,20% a US$ 85,48 avançando para seu valor mais alto em dois meses.

Os futuros da gasolina RBOB dos EUA apresentavam avanço de 0,91%, a US$ 2,4057 por galão.

O número de casos associados à variante ômicron da Covid-19 continua aumentando globalmente, com a China anunciando no final desta semana que o vírus havia se espalhado para as cidades de Dalian e Tianjin.

A China, o maior importador mundial de petróleo bruto, registou o seu primeiro recuo anual nas importações de petróleo em duas décadas. No entanto, embora a ômicron tenha se mostrado de rápida propagação, os estudos também indicam que a variante é menos perigosa.

Desse modo, as restrições tendem a ser menos severas do que o mercado temia no final do ano passado, quando a ômicron foi descoberta.

A Agência Internacional de Energia afirmou, no início desta semana, que a demanda global por petróleo havia se mostrado mais forte do que o esperado. Isto surge num cenário de preocupações persistentes sobre a capacidade do setor petrolífero global de produzir os volumes necessários por um mundo em recuperação para este ano.

Afinal, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados, incluindo a Rússia, grupo conhecido como OPEP+, têm enfrentado dificuldades para cumprir sua promessa de aumento de produção.

Os ganhos foram mitigados na sexta-feira, após a Reuters publicar que a China planeja liberar estoques de petróleo em torno das festividades do Ano Novo Lunar entre 31 de janeiro e 6 de fevereiro, como parte de um plano coordenado pelos Estados Unidos com outros grandes consumidores para reduzir os preços globais.

O Departamento de Energia dos EUA anunciou na quinta-feira que tinha vendido 18 milhões de barris de petróleo bruto estratégico. A contagem de plataformas de perfuração da Baker Hughes e os dados de posicionamento do CFTC fecham a semana ao final do pregão.

"O ambiente de preços mais altos deve continuar a levar ao incremento da atividade de perfuração nos EUA, embora esteja claro que a contagem de plataformas tenha crescido a um ritmo mais modesto em comparação com os ciclos de perfuração anteriores", afirmaram os analistas do ING em relatório.

"A mentalidade dos produtores norte-americanos mudou nos últimos dois anos, passando da tentativa de maximizar o crescimento da produção para um foco muito maior na disciplina de capital".

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content