Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
Setor de seguros

Pandemia e ascensão de insurtechs aceleram digitalização de seguradoras, aponta Fitch Ratings

Para a agência, há o risco de que novos participantes do setor assumam posições de liderança

06 maio 2021 - 13h55Por Redação SpaceMoney

A pandemia do novo coronavírus e a ascensão de insurtechs (startups do setor de seguros) estão acelerando a digitalização de seguradoras da América Latina, é o que aponta um relatório divulgado ontem (5) pela agência de classificação de risco de crédito Fitch Ratings.

O estudo diz que as seguradoras já estabelecidas no mercado precisarão se adaptar a um mundo “cada vez mais digitalizado”, caso contrário, há o risco de que novos participantes do setor – as insurtechs – assumam posições de liderança ao longo prazo, devido às vantagens de custo e agilidade de suas plataformas de tecnologia.

Segundo o relatório, um dos principais fatores para esse cenário, a pandemia de covid-19, fez com que essas empresas tivessem de fornecer soluções digitais para a distribuição de seus produtos. 

“Os clientes exigem cada vez mais que os produtos de seguros estejam disponíveis online, tenham clareza de preços, facilidade de uso e capacidade de se adaptar automaticamente às suas necessidades em constante mudança. Isto significa que as seguradoras precisarão oferecer uma gama de produtos mais personalizados do que os que existem atualmente”, disseram os analistas no documento.

Ascensão das insurtechs

O texto descreve as insurtechs como “fenômenos de empresas que usam tecnologia inovadora para aumentar a eficiência e gerar novas oportunidades em relação ao modelo de negócios tradicional do setor de seguros”.

O relatório diz que essas companhias buscam explorar “possibilidades” que as seguradoras tradicionais não possuem tanto incentivo a buscar. Os analistas destacam a ascensão dessas empresas, citando dados do CB Insights, que mostrou um aumento expressivo nos investimentos globais em insurtechs nos últimos anos: os aportes desse tipo passaram de 132 em 2015 para 377 em 2020.

Eles afirmam que as insurtechs estão “inovando” o setor de seguros, trazendo uma transformação digital ao segmento. Contudo, a agência deixa claro que isso não é um movimento que afeta "negativamente" o setor de seguros.

Regulamentação

Na visão da Fitch Ratings, o desenvolvimento de uma estrutura regulatória é fundamental para gerar um “ambiente de inovação saudável”. 

“A Fitch acredita que os reguladores fornecerão um ambiente favorável para os projetos de transformação digital. Os tópicos de interesse são proteção de dados, Big Data, inteligência artificial e design de novos produtos”, explicaram.

Além disso, o banco também destacou que o foco do setor de seguros em obter dados mais diversificados para melhor segmentar e precificar produtos cria preocupações de privacidade e proteção de informações pessoais para consumidores e reguladores.

Entre destaques em termos de avanços na regulamentação, é citado o México, que estabeleceu, em 2018, um marco legal com a lei das fintechs: “Esta lei regula as entidades de base tecnológica do setor financeiro, enquanto proporciona maior segurança jurídica aos participantes do mercado”.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: