segunda, 08 de agosto de 2022
[OGF - VIP - SPACENOW DESKTOP - TESTE A/B - 22-6-2-22]
Abertura de mercado

O que esperar para bolsa e câmbio no Brasil nesta 6ª-feira (26)

Confira aqui as principais notícias, a agenda das autoridades e o informe corporativo do dia

26 novembro 2021 - 09h50Por Investing.com
 - Crédito: M. B. M. via Unsplash

Por Ana Beatriz Bartolo, da Investing.com - Uma nova variante do coronavírus derruba os mercados internacionais, que levantam o alerta para como isso deve afetar a recuperação global. Às 09h26, o Ibovespa futuro despencava 2,49%, enquanto o dólar futuro subia 1,05%, a R$ 5,6325.

Nos Estados Unidos, os futuros do Dow Jones caíam 2,13%, enquanto os da S&P 500 e da Nasdaq 100 recuavam 1,58% e 0,77%, respectivamente.

Covid-19

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

A preocupação com o coronavírus subiu para outro nível hoje, após a África do Sul identificar uma nova cepa do vírus, gerando temores de que ela possa evitar as defesas da atual geração de vacinas.

A nova cepa, conhecida como 1.1.529, rapidamente se tornou a dominante nas regiões da África do Sul onde foi identificada. Alguns casos já foram identificados em Hong Kong, em pacientes que haviam viajado para o país africano.

A Organização Mundial de Saúde convocou uma reunião de emergência para esta sexta-feira para discutir se a cepa constitui uma variante de preocupação.

[EBOOK - COMO INVESTIR 50k -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

O Brasil registrou nesta quinta-feira (25) 303 novas mortes por Covid-19, o que elevou o total de vítimas fatais da doença no país a 613.642, informou o Ministério da Saúde. Também foram contabilizados 12.126 novos casos de coronavírus, com o total de infecções confirmadas no país avançando para 22.055.238.

Impactos da inflação na Selic

O IPCA-15 de novembro, divulgado ontem, 25, pelo IBGE, apresentou um avanço de 1,17%, essa é a maior alta para o mês desde 2002. A inflação acumulada nos 12 meses é de 10,73%, o maior patamar desde fevereiro de 2016.

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

Segundo os especialistas consultados pelo jornal O Globo, esses resultados devem fazer com que o Banco Central acelere a alta nos juros em 1,5 p.p. ou em 2 p.p. para conter as expectativas de inflação em 2022.

O centro da meta para o próximo ano é de 3,5%, com teto de 5%. A próxima reunião do Copom está prevista para os dias 7 e 8 de dezembro.

Mais notícias

BR do Mar - Quase um ano após a aprovação do projeto na Câmara, o Senado deu aval, nesta quinta-feira, 25, à proposta do governo de incentivo à navegação de cabotagem na costa brasileira, chamado de BR do Mar. Agora, a matéria precisará ser analisada pelos deputados novamente, uma vez que os senadores fizeram alterações no texto.

Etanol - A Câmara dos Deputados aprovou a medida provisória que trata da venda direta do etanol, com a intenção de eliminar a interferência compulsória dos distribuidores de combustíveis na comercialização do produto e aumentar a concorrência na revenda.

Auxílio Brasil - A Câmara dos Deputados aprovou a MP que cria o Auxílio Brasil, o novo Bolsa Família do governo, que agora segue ao Senado.

A MP, que teve seu texto-base aprovado por unanimidade dos 344 votantes, precisa ter sua tramitação no Congresso concluída até o dia 7 de dezembro ou perde a validade.

Agenda das autoridades

Jair Bolsonaro - Cerimônia de Conclusão do Curso de Formação de Sargentos da Escola de Especialistas de Aeronáutica; Cerimônia de Formatura do 76º Aniversário da Brigada de Infantaria Pára-quedista; Solenidade do Jubileu da Brigada de Infantaria Pára-quedista.

Paulo Guedes - 3ª Reunião do Comitê Interministerial de Combate à Corrupção; Reunião com a chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos, Daniella Marques; Videoconferência com o presidente da Midstream, Marcelo Jardim; Videoconferência com Carlos Von Doellinger, presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Campos Neto - Profere palestra no “Evento Virtual com Empresas do Mercado Imobiliário”, promovido pelo Secovi-SP; Reunião com dirigentes de instituições financeiras para tratar de temas estruturais e conjunturais do Sistema Financeiro Nacional; Reunião com Fausto de Andrade Ribeiro, Presidente do Banco do Brasil (SA:BBAS3), Paula Teixeira, Vice-Presidente de Controles Internos e Gestão de Riscos do Banco do Brasil, e Rafael Machado Giovanella, Gerente Geral - Unidade Cyber e Prevenção a Fraudes do Banco do Brasil.

Informe corporativo

Banco Inter (SA:BIDI11) - Inter aprovou a transferência da sua listagem da bolsa de valores brasileira B3 (SA:B3SA3) para a Nasdaq, nos Estados Unidos. O banco já havia recebido autorização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para a mudança. Agora, os acionistas podem escolher entre receber R$ 45,84 por unit ou fazer a troca pelas BDRs que podem ser convertidas em ações Classe A negociadas na Nasdaq.

Vale (SA:VALE3) - A Vale nomeou Daniel André Stieler como novo membro do Conselho de Administração, para preencher a vacância criada com a renúncia de José Mauricio Pereira Coelho. Stieler ocupará o cargo até a próxima Assembleia Geral de Acionistas.

CCR (SA:CCRO3) - A CCR aprovou a distribuição de R$ 153,8 milhões em dividendos, correspondentes a R$ 0,07613868925 por ação. Será levada em consideração a base acionária do dia 30 de novembro. Com isso, os papéis serão negociados "ex dividendos" a partir do dia 1º de dezembro. O pagamento está previsto para o dia 15 do mesmo mês.

IRB Brasil (SA:IRBR3) - A CVM concluiu um inquérito administrativo sobre possíveis irregularidades cometidas por dois ex-administradores do IRB Brasil em um caso sobre divulgação de informações inverídicas sobre a participação da Berkshire Hathaway (NYSE:BRKa), do megainvestidor Warren Buffett, na resseguradora. A conclusão do inquérito gerou um processo administrativo sancionador.

Eletrobras (SA:ELET3) - A Eletrobras aprovou o Plano de Alienação de participações societárias minoritárias. O texto define a lista de participações que serão vendidas e o formato da venda, de forma a atender a meta de R$ 3,5 bilhões em alienações, conforme previsto no Plano Diretor de Negócios e Gestão 2021-2025. A lista de empresas que serão alienadas não foi divulgada por se tratar de informação estratégica.

Petrobras (SA:PETR4) - A Petrobras planeja comercializar diesel coprocessado com óleos vegetais com percentual de 5% a 7% de conteúdo renovável, mas ainda aguarda avanço de regulação que permita a iniciativa, afirmou o diretor-executivo de refino e gás natural, Rodrigo Costa.

A estatal também disso no seu Novo Plano de Negócios que planeja distribuir entre US$ 60 e US$ 70 bilhões em remuneração aos acionistas entre os anos de 2022 e 2026.

Localiza (SA:RENT3) - A Localiza estaria disposta a vender a marca Unidas para conseguir que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica aprove a incorporação da locadora concorrente ao seu negócio, segundo o Valor Econômico.

Equatorial (SA:EQTL3) - A Equatorial planeja investir R$ 400 milhões até 2023 em obras estruturantes para melhorar os serviços da rede de distribuição de energia elétrica do Amapá, segundo o Valor Econômico.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: