quinta, 26 de maio de 2022
Fim de ano

Maioria vai utilizar todo 13º para pagar dívidas; em alguns casos, ainda vai faltar grana

Pesquisa da Acordo Certo mostra que o 13º complementa o salário da maioria dos entrevistados e são poucos os que conseguem guardar dinheiro

06 dezembro 2021 - 18h29Por Redação Spacemoney

Considerar o 13º como parte do salário e usá-lo para pagar dívidas e despesas do mês. É isso o que a maioria dos entrevistados durante uma pesquisa da Acordo Certo, empresa de negociação de dívidas online, respondeu sobre o tão aguardado pagamento de fim de ano.

O levantamento ouviu 1.357 pessoas cadastradas na base de dados da instituição, entre 27 de outubro e 16 de novembro, e apontou que 63% consideram o 13º como parte do salário.

58% dos entrevistados que receberão o pagamento responderam que vão usar todo o dinheiro e não vai sobrar nada ou ainda vai faltar. Apenas 10% garantiram que todo o 13º recebido será destinado a algum tipo de investimento ou poupança.

Para a maioria (43%) a grana vai mesmo para o pagamento de dívidas atrasadas, para as contas do dia a dia (35%) ou para bancar as despesas do início de ano, como IPVA e IPTU (10%). 6% disseram ainda que o décimo vai garantir as compras de Natal.

Dica

Para quem vai receber o 13º salário, uma dica é antes de mexer no dinheiro colocar tudo na ponta do lápis. Quer dizer, confira como está sua vida financeira, consulte seu CPF no site do Consumidor Positivo e anote todas suas dívidas.

A partir daí, faça um planejamento e veja como é possível quitá-las. Utilize parte do 13º para isso. A outra parte é interessante reservar para as contas de janeiro.

Agora, se você conseguir quitar as dívidas e ainda sobrar um dinheiro, leve em consideração a possibilidade de investir esse montante e iniciar um reserva de emergência.
 

 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content