domingo, 26 de junho de 2022
[OGF - VIP - SPACENOW DESKTOP]
Radar Corporativo

Locaweb (LWSA3), Cogna (COGN3) e Gol (GOLL4) são destaques positivos do Ibovespa

Confira as principais notícias corporativas do dia

17 maio 2022 - 10h55Por Investing.com
[CURSO OGF - CRIATIVO 1 - BILBOARD TOPO 2 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS E DEMAIS]

Por Ana Beatriz Bartolo, da Investing.com - O Ibovespa avançava 1,36%, a 109.708 pontos às 10h38, com Locaweb (SA:LWSA3), Cogna (SA:COGN3) e Gol (SA:GOLL4) estão entre as principais altas nesta manhã. Na outra ponta, Hapvida, Magalu e Marfrig (SA:MRFG3) são os destaques negativos. 

Confira as principais notícias corporativas do dia.

Petrobras (SA:PETR4) - O Presidente Jair Bolsonaro acenou para a possibilidade de mais mudanças na Petrobras. "Tem mais coisa pra acontecer na questão da Petrobras. Já sabem o que está acontecendo. Não vou entrar em detalhes, está (sic) sempre fazendo alguma coisa para buscar alternativa", declarou o chefe do Executivo a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

[NECTON IPE -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

Os ativos caem 0,43%, a R$ 34,46.

Itaúsa (SA:ITSA4) - A Itaúsa registrou lucro líquido de R$ 3,179 bilhões no primeiro trimestre de 2022, alta de 68,5% ante o mesmo período do ano anterior.

As ações sobem 2,06%, a R$ 9,43.

[NECTON IPE -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

Nubank (SA:NUBR33) - O Nubank informou um prejuízo líquido US$ 45 milhões no 1T22, uma melhora de 9% em relação à perda de US$ 49 milhões do mesmo período de 2021.

Os BDRs disparam 10,41%, a R$ 4,03.

Banco Inter (SA:BIDI11) - O Banco Inter encerrou o primeiro trimestre deste ano com lucro líquido de R$ 27,470 milhões, alta de 31,8% na comparação com o mesmo período do ano passado, e de 331,2% em três meses.

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

Os papéis sobem 3,18%, a R$ 15,92.

Magazine Luiza (SA:MGLU3) - O Magazine Luiza apresentou um prejuízo líquido ajustado de R$ 98,8 milhões no primeiro trimestre de 2022. O resultado reverteu lucro líquido de R$ 81,5 milhões no mesmo período de 2021. Já o Ebitda ajustado foi de R$434,2 milhões, com alta de 1,7%.

As ações caem 1,8%, a R$ 4,37.

Hapvida (SA:HAPV3) - A Hapvida registrou prejuízo líquido de R$ 182 milhões no primeiro trimestre de 2021, revertendo lucro líquido de um ano antes, quando alcançou R$ 151,8 milhões. O Ebitda somou R$ 284,4 milhões, recuo de 39,1%.

Os ativos despencam 10,71%, a R$ 7. 

Equatorial (SA:EQTL3) - A Equatorial reportou lucro líquido de R$ 505 milhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 26,1% em relação ao mesmo período de 2021. O Ebitda ajustado terminou o trimestre em R$ 6,078 bilhões, crescimento de 26,9%.

Os papéis ganham 0,16%, a R$ 24,54.

Unipar (SA:UNIP3) - A Unipar encerrou o primeiro trimestre com um lucro líquido de R$ 449 milhões, o que representou uma alta de 59% frente ao mesmo período do ano passado. O Ebitda cresceu 46,3%, para R$ 825,9 milhões.

Os ativos avançam 1,81%, a R$ 97,32.

Eletrobras (SA:ELET3) - O lucro líquido das operações continuadas da Eletrobras avançou 69% no primeiro trimestre de 2022, em relação ao mesmo período do ano passado, a R$ 2,716 bilhões. O Ebitda cresceu 9,6% para R$ 5,428 bilhões.

As ações avançam 2,31%, a R$ 42,89.

IRB Brasil (SA:IRBR3) - O IRB Brasil encerrou o primeiro trimestre de 2022 com lucro líquido de R$ 80,5 milhões, resultado 58% melhor que o registrado no mesmo período do ano passado.

Os papéis sobem 2,26%, a R$ 2,72.

Totvs (SA:TOTS3) - A Totvs informou que o governo de Cingapura passou a deter de forma isolada 4,912% do capital social da companhia. De acordo com o comunicado da empresa brasileira, a participação da GIC Private Limited, que representa o governo e a autoridade monetária do país asiático, subiu para 6,426% do capital social da Totvs.

Os ativos ganham 3,68%, a R$ 27,08.

Boa Safra (SA:SOJA3) - A Boa Safra reportou prejuízo líquido de R$ 7 milhões para o primeiro trimestre, ante perda de R$ 2,8 milhões no mesmo período do ano passado. O Ebitda ficou em -R$ 16,3 milhões negativos.

Os papéis caem 0,74%, a R$ 13,34.

Vibra Energia (SA:VBBR3) - A Vibra Energia teve lucro líquido de R$ 325 milhões para o primeiro trimestre, queda de 33,9% ante igual período do ano anterior. O Ebitda ajustado foi de R$ 1,107 bilhão no trimestre, redução de 6,3%.

As ações ganham 3,56%, a R$ 20,34.

Raízen (SA:RAIZ4) - A Raízen avalia que os preços do etanol de segunda geração (E2G) mais do que compensarão o aumento do investimento anunciado para a temporada 2022/23, disse o presidente-executivo da gigante do setor sucroenergético, Ricardo Mussa.

Os papéis avançam 3,65%, a R$ 5,68.

Agrogalaxy (SA:AGXY3) - No intuito de garantir oferta de insumos para a safra 2022/23, que começa em setembro, os agricultores elevaram o fechamento de negócios com a plataforma de varejo AgroGalaxy, fazendo com que a carteira de pedidos da companhia saltasse 144% no primeiro trimestre, para R$ 3,4 bilhões.

Os ativos disparam 5,79%, a R$ 10,24.

Cruzeiro do Sul (SA:CSED3) - A Cruzeiro do Sul Educacional teve lucro líquido de R$ 19 milhões no primeiro trimestre deste ano, queda de 44,3% sobre o 1T21. O Ebitda ajustado foi de R$ 142,9 milhões, aumento de 10,3%.

As ações sobem 1,63%, a R$ 3,74.

Orizon (SA:ORVR3) - A Orizon Valorização de Resíduos registrou prejuízo líquido de R$ 19,3 milhões no primeiro trimestre de 2022, em queda de 57,4% em relação ao prejuízo líquido de R$ 45,5 milhões obtido no primeiro trimestre de 2021.

Os ativos recuam 0,72%, a R$ 33,17.

Alliar (SA:AALR3) - A Alliar registrou prejuízo líquido de R$ 14,5 milhões no primeiro trimestre de 2022, revertendo o lucro líquido de R$ 12,5 milhões obtido no primeiro trimestre de 2021.

Os papéis caem 0,20%, a R$ 19,71.

Dommo Energia (SA:DMMO3) - A Dommo Energia registrou lucro líquido de R$ 117,6 milhões no primeiro trimestre de 2022, revertendo o prejuízo líquido de R$ 15,6 milhões obtido no primeiro trimestre de 2021.

As ações disparam 4,27%, a R$ 1,22.

Hidrovias do Brasil (SA:HBSA3) - A Hidrovias do Brasil registrou lucro líquido de R$ 33,2 milhões no primeiro trimestre de 2022, revertendo prejuízo líquido de R$ 183 milhões reportado um ano antes.

Os ativos sobem 1,29%, a R$ 3,14. 

Oncoclínicas (SA:ONCO3) - A Oncoclínicas viu o seu prejuízo líquido atribuído aos controladores crescer quase dez vezes no primeiro trimestre deste ano, para R$ 23 milhões. O Ebitda ajustado foi de R$ 141,3 milhões no primeiro trimestre, alta de 28,2%.

Os papéis caem 2,02%, a R$ 6,80.

Desktop (SA:DESK3) - A Desktop apresentou lucro líquido consolidado de R$ 9,05 milhões no primeiro trimestre de 2022, resultado 72% superior ao do 1T21. O ebitda foi de R$ 62,8 milhões, alta de 190%.

As ações disparam 3,92%, a R$ 12,98.

Espaçolaser (SA:ESPA3) - A Espaçolaser viu o seu lucro líquido atribuído aos controladores cair 89% no primeiro trimestre deste ano, para R$ 8,2 milhões, sobre o resultado do 1T21.

Os ativos ganham 1,02%, a R$ 3,96.

Metalfrio (SA:FRIO3) - A Metalfrio registrou lucro líquido atribuído aos acionistas controladores de R$ 676 mil no primeiro trimestre de 2022. O Ebitda da companhia foi de R$ 61 mil, alta de 46,6%.

Clear Sale (SA:CLSA3) - A Clear Sale registrou prejuízo líquido de R$ 39,2 milhões no primeiro trimestre deste ano, revertendo o lucro líquido de R$ 13,7 milhões reportados no mesmo período de 2021.

Os papéis despencam 4,75%, a R$ 4,61.

Vale (SA:VALE3) - A Vale informou que concluiu o seu programa de recompra de ações iniciado em outubro de 2021. Ao todo foram recompradas 200 milhões de ações, com preço médio de US$ 17,56. Cerca de US$ 3,513 bilhões foram gastos nesse programa. A Vale também está iniciando um novo programa de recompra de 500 milhões de ações, no prazo de 18 meses contados a partir de 27 de abril.

As ações sobem 1,64%, a R$ 81,45.

Deixe seu Comentário

Publicidade
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content