quarta, 19 de janeiro de 2022
[Square Banner - Mobile Topo 2] [300x250] [mobile] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
[SpaceNow Desktop] [200x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
[SpaceNow Mobile] [150x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
Balanço 2T21

Irani registra lucro líquido de R$ 67,7 mi no 2º tri, alta de 342,5% em um ano

Companhia cresceu 19,4% em relação ao obtido no trimestre anterior

02 agosto 2021 - 11h32Por Redação SpaceMoney
[Billboard Topo 2] [970x250] [pagina-inicial] - Melhores oportunidades 2022

A Irani Papel e Embalagem (RANI3) encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 67,7 milhões, alta de 342,5% em comparação aos R$ 15,3 milhões alcançados no 2º trimestre de 2020 e crescimento de 19,4% em relação aos R$ 56,7 milhões registrados no 1º trimestre deste ano.

O lucro bruto também foi expressivo com aumento de 94,7% ante o 2º trimestre de 2020 e alta de 17,9% em comparação aos números obtidos de janeiro a março de 2021.

A receita líquida também alcançou índices históricos neste trimestre, chegando a R$ 403,1 milhões - valor 67,3% superior aos R$ 241 milhões registrados em igual período de 2020 e alta de 13,2% (R$ 356,2 milhões) comparado ao 1º trimestre deste ano.

[04] [Square Detalhe Notícia] [300x250] [geral] Melhores investimentos 2022

O EBITDA Ajustado da companhia no período foi de R$ 119,1 milhões, com margem de 29,5%, sendo 114,2% maior ao apurado no 2º trimestre de 2020, quando a empresa registrou R$ 55,6 milhões, com margem de 23,1%.

Em comparação ao 1º trimestre deste ano, o EBITDA Ajustado foi 18,7% superior aos R$ 100,3 milhões, com margem de 28,2%.

O aumento do EBITDA, segundo a companhia, se deu pelo crescimento da receita líquida e pelas melhores margens de todos os segmentos da companhia no período.

"Esses resultados confirmam, mais uma vez, a consistente performance operacional da Irani, já observada no 1º trimestre deste ano e ao longo de 2020", diz Odivan Cargnin, diretor de Administração, Finanças e Relações com Investidores.

"A estratégia de negócios da Irani e a concretização do nosso Re-IPO em julho de 2020, quando a companhia se tornou a única empresa do setor de papel e embalagem listada no Novo Mercado, nos posicionaram nesta sólida rota de crescimento que nos garante, ainda, uma estrutura de capital otimizada para seguir investindo", complementa o executivo.

No período, o segmento Embalagem de Papelão Ondulado representou 57% da receita líquida da Irani Papel e Embalagem, com volume de vendas 22,1% superior ao mesmo período do ano passado e estável se comparado ao 1º trimestre deste ano.

Os resultados foram impulsionados pelo novo comportamento dos consumidores brasileiros que seguem dando preferência para o para o e-commerce e compras por delivery - mercados que utilizam o papelão ondulado como alternativas para embalagens sustentáveis.

O segmento de Papel para Embalagens, por sua vez, representou 32% da receita líquida da empresa, com redução no volume de vendas de 18,4% se comprado ao 2º trimestre de 2020 devido a maiores transferências internas e queda de 1,6% em relação ao 1º trimestre de 2021, alcançando 30,6 mil toneladas.

Já o segmento Florestal RS e Resinas, que representou 11% da receita líquida da companhia, foi impactado pela menor demanda sazonal do mercado, registrando queda de 4% no volume de vendas em comparação ao 2º trimestre de 2020 e redução de 15,6% ante o 1º trimestre deste ano, totalizando 3,8 mil toneladas.

Os investimentos totais na Plataforma Gaia foram revisados para R$ 883,5 milhões, que serão alocados em projetos para a aumento de geração de energia, ampliação de capacidade produtiva e melhorias em nas unidades fabris em projetos que aliam as melhores práticas sustentáveis à inovação e tecnologia.

No segundo trimestre, os investimentos da companhia, inclusos os previstos na Plataforma Gaia, somaram R$ 95,8 milhões. Deste montante, R$ 73,3 milhões foram destinados à execução dos projetos Gaia I e Gaia II, que estão com os cronogramas em dia.

"A estratégia de negócios da Irani mantém-se focada na construção contínua de valor para nossos stakeholders com investimentos da Plataforma Gaia, que objetivam crescimento sustentável, socialmente responsável, com ganhos de produtividade e competitividade", diz Sérgio Ribas, diretor-presidente da Irani Papel e Embalagem.

Com informações de Máquina Cohn & Wolfe.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content