quinta, 09 de dezembro de 2021
Ofertas públicas iniciais

IPOs crescem 344% no Brasil em 2020

13 janeiro 2021 - 16h51Por Redação SpaceMoney

O valor dos IPOs (Ofertas Públicas Iniciais, na sigla em inglês) – quando as ações de uma empresa são ofertadas pela primeira vez em uma bolsa de valores – no mercado de capitais brasileiro passou de R$ 10,2 bilhões em 2019 para R$ 45,3 bilhões em 2020, um aumento de 344,2%. Os dados foram divulgados hoje (13) pela Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

"O mercado de ações se manteve aquecido no segundo semestre de 2020. Apesar do impacto da pandemia, o resultado positivo nos IPOs reflete a melhora dos aspectos estruturais do mercado, como juros baixos e os investidores diversificando as carteiras", explica José Eduardo Laloni, vice-presidente da Anbima.

Já os follow-ons – quando uma empresa de capital aberto volta a oferecer mais ações na bolsa de valores – tiveram queda de 7,3% na comparação anual: o volume foi de R$ 79,8 bilhões, em 2019, para R$ 74,0 bilhões, em 2020, e as operações caíram de 37 para 25.

Os fundos de investimentos detiveram a maior parte das ações nas ofertas públicas com praticamente a mesma participação de 2019, com 43,0%, seguidos dos investidores estrangeiros com 34,1%.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content