quinta, 02 de dezembro de 2021
Dados do IBGE

IPCA cresce 0,83% em maio; maior taxa para o mês desde 1996

Índice acumula alta de 3,22% no ano e avanço de 8,06% em 12 meses

09 junho 2021 - 09h24Por Redação SpaceMoney

Na manhã desta quarta-feira (9), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os resultados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), inflação oficial do país, referentes ao mês de maio.

Segundo o IBGE, o IPCA ficou em um patamar de 0,83% em maio - acima da taxa de 0,31% registrada em abril.

Em maio de 2020, a taxa havia sido -0,38%.

"Foi o maior resultado para um mês de maio desde 1996 (1,22%). O acumulado no ano foi de 3,22%, e o dos últimos 12 meses, de 8,06%, acima dos 6,76% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores", informou o IBGE.

O maior impacto (0,28 pontos percentuais) e a maior variação (1,78%) vieram da Habitação, que acelerou em relação a abril (0,22%). A segunda maior contribuição (0,24 p.p.) veio dos Transportes, cujos preços subiram 1,15% em maio, após o recuarem 0,08% em abril.

Na sequência, vieram Saúde e Cuidados Pessoais (0,76%) e Alimentação e Bebidas (0,44%), com impactos de 0,10% e 0,09%, respectivamente. Já a segunda maior variação no mês foi de Artigos de Residência (1,25%). Os demais grupos variaram entre 0,06% (Educação) e 0,92% (Vestuário).

Com o resultado do IPCA, a inflação permanece bem acima do teto da meta do governo para a inflação no ano – o centro da meta é de 3,75%, e pode variar entre 2,25% e 5,25%.

*Com informações da Agência IBGE de Notícias.

 

Tags: IBGE, IPCA

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content