quarta, 19 de janeiro de 2022
[Square Banner - Mobile Topo 2] [300x250] [mobile] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
[SpaceNow Desktop] [200x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
[SpaceNow Mobile] [150x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
Expansão

Investimento global em fintechs cresceu 13% no 1º semestre deste ano, aponta KPMG

Em número, valor investido passou de US$ 87 trilhões para US$ 98 trilhões durante o período

04 novembro 2021 - 11h13Por Redação SpaceMoney
[Billboard Topo 2] [970x250] [pagina-inicial] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
 - Crédito: Floriane Vita via Unsplash

O mercado global de fintechs (startups de produtos financeiros) está em pleno crescimento, com aumento nos investimentos do setor entre o segundo semestre do ano passado e os primeiros seis meses deste ano, apontou o relatório “Números recentes de investimentos em fintechs: do global ao regional”, produzido pela KPMG.

Em números, os investimentos cresceram 13% e passaram de US$ 87 trilhões para US$ 98 trilhões durante o período.

De acordo com o estudo, a pandemia e as medidas restritivas que os países precisaram adotar para conter os efeitos da COVID-19 tiveram um impacto positivo na aceleração digital, na transformação das organizações e, principalmente, na taxa de criação e desenvolvimento das empresas digitais, estimulando os investimentos no setor.

Neste cenário, entre os principais estímulos para a realização de transformações no mercado, podem-se destacar os seguintes: o reconhecimento de que os comportamentos digitais dos consumidores vieram para ficar; o maior interesse dos investidores por uma gama mais ampla de subsetores associados às fintechs; o surgimento de criptomoedas (moedas digitais descentralizadas) e do blockchain (sistema que permite rastrear o envio e recebimento de alguns tipos de informação pela internet); e a realização de operações de fusões e aquisições como ferramenta fundamental neste processo de mudança das empresas para companhias digitais.

O relatório também mostrou que a América do Sul se adaptou às tendências globais e as estatísticas de investimentos em fintechs são expressivas. No primeiro semestre deste ano, alguns negócios firmados por empresas locais conseguiram ocupar as primeiras posições nos subsetores.

Por fim, o estudo apontou ainda que a região está em pleno crescimento e desenvolvimento em termos de startups de produtos financeiros. O número de bancos digitais e das empresas associadas aos subsetores deste mercado cresceu de maneira acelerada, especialmente no que se refere aos meios de pagamento a partir de investimentos privados e daqueles realizados por meio de capital de risco e de novas fusões e aquisições, que se tornaram uma modalidade crescente após a pandemia.

[04] [Square Detalhe Notícia] [300x250] [geral] Melhores investimentos 2022


 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content