Menu
Busca domingo, 17 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ibovespa futuro

Ibovespa futuro segue incerteza externa e começa o dia em queda

25 junho 2020 - 09h36Por Investing.com

Por Gabriel Codas

Investing.com - O índice futuro do Ibovespa inicia a quinta-feira com perdas de 0,41% aos 94.142 pontos às 09h21, com o dólar  avançando 0,41% a R$ 5,3685.

O mercado deve ter um dia de maior aversão ao risco diante de um cenário macroeconômico que levam à visão de que os ativos tiveram um crescimento mais rápido do que o esperado, na espera da recuperação mais robusta da economia. Além disso, novos casos confirmados de coronavírus e as mortes em algumas das maiores economias do mundo acabou surpreendendo os investidores. Até mesmo no Brasil, que inicia seu processo de reabertura, os números seguem em crescimento.

- Cenário Interno

IPCA-15

Influenciada pelo resultado de -26,08% no preço das passagens aéreas, a prévia da inflação de junho ficou em 0,02%, o menor resultado para o mês desde 2006, quando a taxa tinha sido de -0,15%. O grupo dos Transportes (-0,71%) representou o maior impacto negativo, contribuindo com -0,14 ponto percentual no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), divulgado hoje (25) pelo IBGE. 

Em 12 meses, o índice alcançou 1,92%, abaixo dos 1,96% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Com o resultado, o IPCA-E (IPCA-15 acumulado trimestralmente) ficou em -0,58%, menor taxa nesse indicador desde setembro de 1998.

Todas as áreas pesquisadas tiveram deflação nos preços das passagens aéreas, desde -34,37% em Belém até -15,85% em Fortaleza. Ainda no grupo dos Transportes, os combustíveis (-0,34%) caíram pelo quarto mês seguido. Após ter registrado -8,51% em maio, a gasolina teve variação negativa de 0,17%. Também registraram quedas de preços o óleo diesel (-4,39%) e o etanol (-0,49%), enquanto o gás veicular teve alta de 0,84%, contra -1,21% em maio. 

PIB

O Banco Central piorou sua projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2020 a uma retração de 6,4%, ante crescimento zero calculado em março, conforme Relatório Trimestral de Inflação publicado nesta quinta-feira.

A expectativa é mais pessimista que a da Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia, que ainda prevê um recuo de 4,7% para a atividade neste ano. Já economistas ouvidos pelo BC na mais recente pesquisa Focus previram um tombo de 6,50% para o PIB.

“A alteração da projeção está associada, essencialmente, ao avanço e à duração da pandemia da Covid-19 em território nacional, com a consequente adoção, a partir da segunda quinzena de março, de medidas de isolamento social no país”, afirmou o BC.

Déficit em conta corrente

O Banco Central melhorou nesta quinta-feira sua estimativa para o déficit em transações correntes a 13,9 bilhões de dólares em 2020, contra rombo de 41 bilhões de dólares projetado em março, ao mesmo tempo em que reduziu a perspectiva para os Investimentos Diretos no País (IDP) a 55 bilhões de dólares, sobre 60 bilhões antes.

Em seu Relatório Trimestral de Inflação, o BC explicou que foram determinantes para essa revisão os efeitos econômicos da Covid-19, que contribuíram para a desaceleração do comércio global, bem como para redução na projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) doméstico para 2020 e para deterioração do ambiente de investimento internacional.

Coronavírus

O número de mortes por coronavírus na América Latina deve chegar a 388.300 em outubro, com Brasil e México sendo responsáveis por dois terços das mortes, conforme outros países da região limitem seus surtos, disseram pesquisadores nesta quarta-feira.

A região emergiu como um novo epicentro global para a pandemia em rápida expansão, conforme as mortes ultrapassaram 100.000 pessoas nesta semana e os casos triplicaram de 690.000 há um mês para 2 milhões.

Altos níveis de pobreza e grandes setores informais —o que significa que muitos trabalhadores não podem ficar em quarentena— combinaram-se com a superlotação nas cidades e cuidados de saúde públicos inadequados, particularmente em comunidades rurais isoladas, para atrapalhar a luta da América Latina para conter o contágio.

Brics

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira projeto de decreto legislativo que referenda o acordo firmado entre o Brasil e o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) para a criação de um escritório regional nas Américas, com sede em São Paulo e unidade de representação em Brasília, informou a Agência Câmara de Notícias.

O texto, que segue ao Senado, foi aprovado em atendimento a pedido da Frente Parlamentar dos Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

- Cenário Externo

Europa

A Espanha sugeriu sua ministra da Economia, Nadia Calvino, como opção para chefiar o Eurogrupo, o influente órgão formado pelos 19 ministros das Finanças da zona do euro, informou o governo nesta quinta-feira, tornando-se o primeiro país a anunciar um candidato para o cargo.

Calvino, que também é vice-primeira ministra da coalizão de esquerda da Espanha, pode enfrentar a concorrência do ministro das Finanças de Luxemburgo, o socialista Pierre Gramegna, e do colega de centro-direita irlandês Pascal Donohoe.

Espanha

A economia da Espanha, atingida pelo coronavírus, pode ter encolhido quase 20% no segundo trimestre em relação ao período anterior, o que seria o maior declínio já registrado, disse o banco central nesta quinta-feira.

“A queda no PIB espanhol parece ter acelerado significativamente no segundo trimestre, para uma faixa cujo ponto médio seria um declínio de cerca de 20% em relação ao trimestre anterior”, afirmou o banco em seu relatório econômico trimestral.

Mais cedo em junho, o banco central espanhol disse que o impacto de um bloqueio iniciado em meados de março seria totalmente sentido no segundo trimestre, com uma contração provavelmente entre 16% e 21,8%.

Turquia

O banco central da Turquia deixou inalterada sua taxa de juros em 8,25% nesta quinta-feira, interrompendo um ciclo de afrouxamento de quase um ano que tinha o objetivo de estimular a economia após desaceleração no ano passado e a pandemia de coronavírus.

O banco havia cortado sua taxa de juros em nove reuniões consecutivas desde julho do ano passado, quando ela estava em 24%. A taxa ainda permanece abaixo da inflação da Turquia de 11,4%, deixando os juros reais em território negativo.

Japão

As ações japonesas fecharam na mínima de mais de uma semana nesta quinta-feira, acompanhando as perdas em Wall Street conforme o aumento dos casos de coronavírus nos Estados Unidos e em muitos outros países afeta as esperanças de uma rápida recuperação econômica global.

Os setores altamente cíclicos de transporte aéreo , metais não-ferrosos e ferro e aço ficaram entre os de pior desempenho na bolsa.

Os três principais índices de Wall Street fecharam na véspera com a maior queda percentual diária em quase duas semanas depois que um salto nos casos de coronavírus intensificou os temores de outra rodada de paralisações e piora dos dados econômicos.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 1,22%, a 22.259 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG permaneceu fechado. Em XANGAI, o índice SSEC não teve operações. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, ficou fechado.

As bolsas europeias oscilam nesta quinta-feira entre altas e baixas. Em Frankfurt, por volta das 8h45, o DAX perdia 0,05% aos 12.086 pontos, com o FTSE, de Londres, cedendo 0,39% aos 6.099 pontos. Já em Paris, o CAC avançava 0,07% aos 4.874 pontos.

Em Nova York, o S&P 500 Futuros era negociado em baixa de 21 pontos, ou 0,7%, o Nasdaq Futuros caía 27 pontos, ou 0,3%, e o contrato Dow Futuros perdia 217 pontos, ou 0,9%.

COMMODITIES

Os mercados chineses de minério de ferro e vergalhão de aço, assim como o de ações, não operam nesta quinta-feira, assim como amanhã, devido à comemoração do feriado do Festival do Barco do Dragão. A data é uma das mais importantes e tradicionais datas festivas no país.

A celebração, ainda, chega a ser lembrada não só na China, mas se estende a alguns outros países da Ásia, como Japão, Malásia, Singapura e Vietnã, por exemplo.

Sendo um dos mais antigos e tradicionais festivais comemorados na China, o festival é permeado de costumes particulares para celebrar a data. A atividade central é justamente aquela que vem nomeando esse feriado: os barcos em forma de dragão.

O cenário incerto leva à uma nova queda dos preços internacionais do petróleo, com o Brent, de Londres, perdendo 1,31%, ou US$ 0,53, a US$ 39,78. Já o barril do tipo WTI, referência negociada em Nova York, recuava 1,87%, ou US$ 0,71, para US$ 37,30.

MERCADO CORPORATIVO

- Saneamento

O Senado aprovou nesta quarta-feira o projeto que atualiza o marco legal do saneamento básico, tema polêmico que ganhou força diante da crise provocada pela pandemia da Covid-19, que segue à sanção presidencial.

O projeto foi aprovado por 65 votos a 13.

As novas regras criam instrumentos que facilitam privatizações e ampliam o papel da Agência Nacional de Águas (ANA) como órgão organizador dos investimentos no setor, assim como em áreas como energia elétrica.

O texto também força estatais a disputarem mercados com companhias privadas ao tornar obrigatória a abertura de licitação para contratação de serviços pelos municípios.

Como o Senado preferiu não alterar o texto já aprovado pela Câmara, o projeto seguirá à sanção presidencial. O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), confirmou compromisso do Executivo de veto a três pontos da proposta.

- Petrobras (SA:PETR4)

A Petrobras espera receber na quinta-feira ofertas vinculantes para a segunda maior refinaria do Brasil, conforme cinco pessoas com conhecimento do assunto, dando largada a planos de se desfazer de mais de 10 bilhões de dólares em ativos.

Se a venda da refinaria Landulpho Alves for concluída, este seria o primeiro passo concreto nas tentativas da Petrobras de encerrar seu quase monopólio de refino no Brasil e abrir um dos dez principais mercados de combustível do mundo para investidores privados.

Entre os possíveis candidatos a compradores estão o fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos, Mubadala Investment Co e a gigante de refino chinesa Sinopec.

O conglomerado indiano Essar Group, que possui operações de exploração em seu país e ativos de refino e distribuição de combustível na Grã-Bretanha, estava inicialmente interessado em uma refinaria menor da Petrobras, mas não se descarta que possa também concorrer à RLAM, disseram duas fontes.

- Setor Elétrico

Um financiamento estruturado pelo governo para distribuidoras de energia devido a impactos da pandemia de coronavírus sobre o setor deve ser desembolsado pelos bancos envolvidos na operação até o fim de julho, estimou nesta quarta-feira uma representante da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

O empréstimo, que envolverá até 16,1 bilhões de reais e será quitado em cinco anos, com repasse dos custos às tarifas, teve condições e valor-teto aprovados na terça-feira pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O pool de bancos que viabilizará a operação deve ser fechado até 30 de junho, quando também serão divulgadas as taxas da transação, projetou a conselheira da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) Roseane Santos, ao participar de transmissão ao vivo da Fundação Getulio Vargas.

- Engie Brasil

A Engie Brasil Energia (SA:EGIE3) registrou lucro líquido de 512 milhões de reais entre janeiro e março, 9,5% a menos que no mesmo período de 2019, em meio a um aumento nas despesas financeiras após captações para tocar investimentos, informou a companhia em balanço na noite desta quarta-feira.

A empresa do grupo francês Engie, líder privada no setor de geração de energia do Brasil, reportou lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de 1,33 bilhão de reais no primeiro trimestre, com avanço de 9,8% na comparação ano a ano.

A receita operacional líquida da companhia, que também possui ativos de transmissão de energia e controla a empresa de gasodutos TAG, somou 2,6 bilhões de reais, alta de 11% frente ao mesmo período de 2019.

- Construtora Inter

A Inter Construtora e Incorporadora informou nesta quarta-feira que está avaliando realizar uma oferta pública de de ações.

“Para tanto, a companhia informa que engajou Itaú BBA e Caixa Econômica Federal para a prestação de serviços de assessoria financeira (...) bem como assessores legais para definição da viabilidade e dos termos da potencial transação”, afirmou a construtora por meio de fato relevante.

Listada há pouco mais de dois anos no Bovespa Mais, segmento de acesso da bolsa paulista, a construtora tem sede em Minas Gerais.

- Sabesp (SA:SBSP3)

A Sabesp informou nesta quarta-feira que assinará na quinta-feira com a prefeitura de Cotia (SP) acordo de renovação do contrato de prestação de serviços de água e esgoto com previsão de investimentos de 952 milhões de reais da companhia.

A cidade possui 250 mil habitantes e do total a ser investido 248,5 milhões serão destinados para água e o restante para esgotamento sanitário.

- Usiminas (SA:USIM5)

A Usiminas informou nesta quarta-feira que seu conselho de administração aprovou a reestruturação da subsidiária Usiminas Mecânica (Umsa).

Com isso, a unidade agora vai apenas prestar serviços para a Usiminas e suas controladas, além de concluir projetos em curso, de acordo com o comunicado.

“A referida reestruturação decorre do fato de a Umsa, cujas atividades não constituem o core business da Usiminas, ter apresentado significativa redução na geração de caixa nos últimos cinco anos, com resultados decrescentes nos segmentos de montagem industrial e manufatura”, afirmou a siderúrgica.

- GOL

O governo federal poderá comprar 100 milhões de reais em passagens aéreas da companhia aérea Gol (SA:GOLL4), afirmou o presidente-executivo da empresa, Paulo Kakinoff, nesta quarta-feira, como forma de ajudar o grupo a atravessar os efeitos da pandemia de coronavírus.

O executivo afirmou ainda, durante uma conferência online, que o BNDES poderá concluir os termos finais de um pacote de apoio financeiro avaliado em 2 bilhões de reais até a próxima semana.

AGENDA DE AUTORIDADES

- Jair Bolsonaro

A quinta-feira do presidente da República começa com reunião com os ministros Braga Netto (Casa Civil); Paulo Guedes (Economia); Onyx Lorenzoni (Cidadania); Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central; e Pedro Guimarães, Presidente da CAIXA.

Ainda pela manhã, participa da cerimônia de assinatura do Acordo de Cooperação Técnica para integração dos sistemas “Corpus927” e “A Constituição e o Supremo” ao Portal da Legislação. Em seguida, tem a cerimônia de descerramento dos quadros da Galeria de Heróis do Programa VIGIA.

Na parte da tarde, Bolsonaro recebe o ministro Bento Albuquerque (Minas e Energia) e, depois, André Luiz de Almeida, (Justiça e Segurança Pública). O dia chega ao fim reunião com Yossi Shelley, Embaixador de Israel no Brasil.

- Paulo Guedes

- Reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro;

- Videoconferência com a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves;

- Reunião do Conselho Monetário Nacional (videoconferência);

- Reunião com o deputado federal Paulo Ganime (NOVO-RJ);

- Reunião o advogado-geral da União, José Levi.

*Com contribuição de Reuters

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: