sexta, 24 de maio de 2024
SpaceMercado

Hapvida (HAPV3): captação de recursos deve acelerar desalavancagem, diz Fitch

Companhia anunciou uma operação de sale & leaseback (SLB) de R$ 1,25 bilhão, e um potencial follow-on, com garantia firme de aporte do acionista controlador, de R$ 360 milhões

29 março 2023 - 11h10Por Lucas de Andrade
HapvidaHapvida - Crédito: Divulgação

Na segunda-feira (27), a Hapvida (HAPV3) anunciou uma operação de sale & leaseback (SLB) de R$ 1,25 bilhão, e um potencial follow-on, com garantia firme de aporte do acionista controlador, de R$ 360 milhões.

A Fitch considera positiva a entrada de recursos não onerosos, que deve contribuir para fortalecer o balanço da companhia e acelerar seu processo de redução da alavancagem.

De acordo com as analistas Tatiana Thomaz e Natalia Brandão, a empresa foi classificada com rating nacional de longo prazoo ‘AAA(bra)’, com perspectiva estável.

Na visão da agência, as operações reforçam o compromisso da companhia com a redução da pressão sobre sua estrutura de capital e o gerenciamento de sua liquidez.

Os atuais indicadores de alavancagem são fracos para um rating ‘AAA(bra)’.

A efetiva entrada desses recursos deve reduzir as pressões sobre a classificação da Hapvida, apontadas pela Fitch anteriormente.

A companhia permanece com os desafios de reduzir sua sinistralidade e fortalecer sua geração operacional de caixa e sua rentabilidade ao longo deste ano, pontuaram Thomaz e Brandão.

A operação de SLB foi firmada com um veículo de investimento da família Pinheiro (LPAR), controladora da companhia, por vinte anos, com opção de renovação por igual período, e engloba dez imóveis de controladas da Hapvida.

O incremento anual do valor dos aluguéis foi estimado em cerca de R$ 100 milhões por ano, reajustados por IPCA. Já o potencial follow-on está sujeito a condições favoráveis de mercado.

Em bases pró-forma, considerado o aporte líquido de R$ 1,6 bilhão das duas operações, a alavancagem líquida medida pelo indicador dívida líquida ajustada/EBITDA se reduziria para 2,6x em 2023, frente às estimativas iniciais da Fitch de 3,0x, e expectativa de gradual melhora em 2024.

Em 2022, a Hapvida apresentou alavancagem líquida de 4,9x.

As analistas pontuaram que a manutenção do rating no nível atual depende da capacidade de retorno da companhia a uma alavancagem abaixo de 2,5x nos próximos dois anos.

Um ambiente de negócios mais favorável, com inflação mais baixa e recomposição de preço de contratos, combinado a um volume mais baixo de investimentos vai ser fundamental para o sucesso do processo de redução de alavancagem da Hapvida, concluiu a Fitch.

Tags: HAPV3, hapvida