Menu
Busca sexta, 15 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Levantamento

ESG na Ibovespa: pesquisa aponta que 43% das empresas não checaram dados de sustentabilidade em 2020

Tema diversidade só aparece entre as prioridades para 55% das companhias que atuam na Bolsa

09 setembro 2021 - 11h20Por Redação SpaceMoney

A PwC Brasil, em parceria com o Instituto Brasileiro dos Auditores Independentes (Ibracon), produziu a pesquisa ‘Divulgações de ESG no Ibovespa’, onde analisa relatórios de sustentabilidade divulgados em 2020 pelas companhias que fazem parte da bolsa brasileira. Levantamento aponta que  maioria das empresas não checaram dados sobre o tema.

Foram analisadas 78 das 81 companhias listadas na bolsa de valores. Dessas, 67 emitiram esse tipo de relatório, mas somente 30% desses documentos passaram por auditorias independentes. Outros 27% foram assegurados por assessorias ou outros frameworks. Enquanto isso, a grande maioria (43%) não foi assegurado ou verificado por nenhuma instituição.

“Esses percentuais reduzidos de asseguração chamam a atenção, diante do crescente interesse dos investidores e demais stakeholders por informações não financeiras. Espera-se que o percentual de relatórios assegurados e a padronização dos trabalhos do auditor aumentem no futuro próximo para dar mais transparência e confiabilidade às informações apresentadas”, alerta a PwC na pesquisa.

“Os números sugerem que as empresas estão inclinadas a divulgar dados relacionados à sustentabilidade, mas ainda não estão comprometidas com assegurar as informações ao público por meio de uma verificação externa da qualidade e confiabilidade dos seus relatórios”, analisou.

Um dos principais assuntos da pesquisa é sobre os chamados ‘temas materiais’, ou seja, pautas importantes em relação a questões ambientais, sociais e de governança.

Dados revelam que 91% dos relatórios citam ‘Condições de Trabalho e Capacitação’ como temas materiais, enquanto ‘Ética e Integridade’ aparecem com 84%, seguido por ‘Satisfação dos Clientes’, com 70%.

O tópico de ‘Diversidade e Inclusão’ só aparece entre as prioridades para 55% das empresas do Ibovespa, mesmo sendo um tema que tem grande demanda no Brasil.

“Chama a atenção que apenas 55% das empresas citem a diversidade e inclusão como uma questão material, já que esse tema tem tido destaque muito relevante na agenda corporativa. Mesmo assim, como mostra o tópico ‘Diversidade e inclusão’, mais à frente, a maioria esmagadora das empresas apresenta indicadores nessa área, o que é um dado positivo”, cita a PwC.

Ao fim, a PwC concluiu a pesquisa afirmando que “é animador verificar que mais de 85% das empresas apresentam as informações em relatórios disponíveis ao público, mesmo sem serem obrigadas a fazê-lo

“É louvável que muitas informações sobre ESG já estejam sendo incorporadas e divulgadas pelas empresas de capital aberto. Ainda há um caminho a percorrer para que essas informações sejam críveis, comparáveis e verificáveis. Além disso, metas e propostas reais de soluções devem ser agregadas, para que a sociedade possa superar seus problemas em conjunto, com responsabilidade e comprometimento”, finaliza.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: