Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Levantamento da KPMG

Empresários acreditam que será necessário até um ano de vacinação para retomar operações normalmente

Com perspectiva de imunização em massa, maioria dos empresários prevê retorno das atividades econômicas no médio prazo

31 maio 2021 - 11h30Por Redação SpaceMoney

74,5% dos empresários afirmam que ainda serão necessários de seis meses a um ano após o início da vacinação de combate à Covid-19 para que o segmento em que a empresa atua volte a operar normalmente, aponta Pesquisa nacional sobre o impacto da covid-19 nos negócios, levantamento da consultoria KPMG realizado em março deste ano.

O estudo, realizado com 55 empresários de oito setores da economia brasileira em onze estados, revela também que 23,6% estimaram que esse período deve levar de dois a cinco anos. 1,8% dos entrevistados acham que a empresa não volta mais a operar normalmente.

Quando questionados sobre as mudanças na indústria em que a empresa atua um ano do início do lockdown no país, 34,5% alegaram que a organização sofreu redução de receita e lucro. Apenas 21,82% afirmaram que houve um aumento nesses índices.

Já 20% afirmaram que a empresa não sofreu impacto e conseguiu manter a receita. Para 12,7%, houve uma redução de vagas em emprego e de custos e redução de custos para 10,9%.

"O estudo apontou que temos um cenário de negócio diferente de um ano atrás. Agora, e com a perspectiva de vacinação da população, a maioria dos empresários prevê uma perspectiva de retorno das atividades econômicas no médio prazo e apenas uma pequena parcela não acredita que isso vá acontecer. É um sinal de melhora do ambiente de negócios no país", analisa Jean Paraskevopoulos, o sócio de clientes e mercados da KPMG no Brasil e América do Sul.

Otimismo
Quase 85,5% dos entrevistados disseram que estão otimistas com relação à retomada dos negócios, depois do início da vacinação. Com relação ao impacto do anúncio feito pelas autoridades de saúde sobre novas cepas do coronavírus em circulação no país no plano de retomada dos negócios, os empresários também se mostraram confiantes: 70,9% disseram que vão manter o mesmo plano de retomada enquanto apenas 29,09% afirmaram que repensarão o assunto.

Cerca de 48% deles declaram ainda que o início da vacinação não alterou o plano de negócios da empresa que eles lideram e nem os prazos e projetos sofreram alterações. Houve alteração nesse sentido apenas para 20% dos empresários.

Com informações de Ricardo Viveiros & Associados - Oficina de Comunicação (RV&A).

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: