sábado, 21 de maio de 2022
Desempenho positivo

E-commerce cresce 12,6% e fatura R$ 39,6 bilhões no 1º trimestre de 2022

De acordo com levantamento da Neotrust, a região Nordeste se destaca, com aumento de 20% no faturamento e 29% no número de pedidos

13 maio 2022 - 15h46Por Redação SpaceMoney
 - Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O e-commerce brasileiro teve um crescimento de 12,6% no 1º trimestre de 2022, o que representou um faturamento de R$ 39,6 bilhões ao comércio digital.

Houve também alta no número de pedidos, que totalizou 89,7 milhões de compras online, uma elevação de 14% em comparação aos três primeiros meses do ano passado.

Os dados são da Neotrust, empresa de inteligência que monitora o e-commerce brasileiro e conta com a maior base de dados reais e transacionais do mercado digital no país. 

O destaque é a região Nordeste, que registrou aumento de 20% no faturamento e somou R$ 6,95 bilhões, além de alta de 29% nos pedidos, com 14,3 milhões de compras realizadas.

Todas as regiões brasileiras apresentaram crescimento no e-commerce no 1º trimestre de 2022, de acordo com a Neotrust.

O Sudeste, região com maior faturamento e número de pedidos no varejo digital do Brasil, arrecadou R$ 22,8 bilhões e teve mais de 54,7 milhões de compras online, elevação de 9% em ambos os indicadores em comparação com o mesmo período do ano passado. 

Categorias em destaque 

As categorias que tiveram maior faturamento no 1º trimestre de 2022 são telefonia, eletrodomésticos, eletrônicos, moda e acessórios e informática.

Os destaques em faturamento são os eletrodomésticos, com crescimento de 25,8%, e moda e acessórios, com elevação de 25,5%.

Apesar de configurarem entre os segmentos de maior arrecadação, telefonia e informática apresentaram queda em faturamento, com redução de 0,6% e 20,3%, respectivamente.  

Moda e acessórios, beleza e perfumaria, alimentos e bebidas, saúde e utilidades domésticas são as categorias com maior número de pedidos entre janeiro e março deste ano, sendo alimentos e bebidas o setor que mais cresceu no 1º trimestre, em 73,4%.

Saúde também avança no e-commerce, com aumento de 38,1% nas compras online.  

Métodos de pagamento 

Entre as formas de pagamento, o cartão de crédito foi o método mais utilizado nas compras digitais nos primeiros três meses de 2022, representando 82,6% do faturamento total.

Segundo a Neotrust, houve 6,5 pontos percentuais de redução no número de pagamentos por boleto no 1º trimestre -- movimento contrário ao PIX, que vem sendo utilizado cada vez mais, e saltou de 4,3% no primeiro trimestre de 2021 para 9,7% no mesmo período em 2022.  

“O consumidor vem preferindo utilizar o PIX ao invés do boleto bancário nas compras online, e um dos fatores que pode explicar esse crescimento é a praticidade nas transações, que podem ser feitas em qualquer dia e horário, por meio do celular pessoal do comprador, além de novas funcionalidades que possibilitam um pagamento mais facilitado, como o PIX parcelado”, avalia Paulina Dias, head de Inteligência da Neotrust.  

Sobe número de clientes únicos  

De acordo com o levantamento da Neotrust, o número de clientes únicos -- que fizeram ao menos uma compra -- cresceu no 1º trimestre deste ano.

Segundo a Neotrust, 24 milhões de clientes únicos realizaram compras contra 23 milhões no mesmo período em 2021, 16 milhões no mesmo período em 2020 e 13 milhões no mesmo período em 2019.  

  “Apesar do constante crescimento, o que se percebe é a desaceleração de clientes únicos no e-commerce devido à retomada do varejo físico após a pandemia. Com isso, é esperado um avanço do comércio online de forma menos expressiva em relação aos anos anteriores”, explica Paulina Dias.  

 

Com informações de Loures Consultoria.

 

 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content