Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Destaques do dia

Destaques: lockdown na Alemanha e dúvidas sobre vacina

26 novembro 2020 - 10h05Por Investing.com

Por Geoffrey Smith, da Investing.com — Alemanha estende medidas de lockdown até 20 de dezembro, mas não aperta restrições mesmo com casos ainda em alta. Confiança do consumidor cai em duas grandes economias. Bitcoin corrige com força para baixo. Salesforce (NYSE:CRM) (SA:SSFO34) pode estar próxima de comprar o Slack (NYSE:WORK) e a Exxon Mobil (NYSE:XOM) (SA:EXXO34) está pessismista em relação ao petróleo.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados nesta quinta-feira, 26 de novembro.

1. Alemanha estende restrições, mas não aperta o cerco

Os governos federais e regionais da Alemanha estenderam as atuais restrições a lojas e reuniões sociais até 20 de dezembro e expandiram as medidas para o uso obrigatório de máscaras, mas nada além disso. 

A maior economia da Europa reportou alta recorde de 32 mil novos casos de Covid-19 nesta quarta-feira (25), assim como mais de 300 mortes pelo terceiro dia consecutivo. As restrições menos severas para conter a segunda onda do vírus não conseguiram conter o avanço pelo país. Em comparação, a França e o Reino Unido começaram a relaxar suas respectivas medidas, na esperança de garantir alguma normalidade perto do Natal.

O sentimento de confiança na França e na Alemanha caiu mais que o esperado em novembro, apontaram dados desta quinta.

2. Dúvidas sobre a vacina da AstraZeneca 

Há dúvidas crescentes sobre a confiabilidade dos dados oferecidos pela AstraZeneca (LON:AZN) (SA:A1ZN34) e pela Universidade de Oxford sobre a eficácia da vacina experimental contra o coronavírus. 

Moncef Slaoui, o chefe da operação americana para a prevenção da doença, disse nesta quarta que o subgrupo que apresentou a maior taxa de eficiênnia da vacina na segunda fase dos testes, cujos dados foram divulgados na última semana, teria somente pessoas abaixo de 55 anos, faixa etária que já é conhecidamente mais resistente ao vírus. 

Os dados mostraram que a vacina teria prevenido a doença em 62% dos voluntários que receberam duas doses, mas em 90% naqueles que receberam apenas meia dose. O teste com meia dose começou acidentalmente, segundo a empresa, mas foi mantido por conta da consistência nos resultados.

3. Ações operam mistas; Bitcoin recua após rali 

As ações globais eram negociadas, em sua maioria, em território positivo em dia de feriado de Ação de Graças nos EUA.

Os dados da confiança do consumidor em queda na França e na Alemanha foram marginalmente neutralizados pelo aumento acima do esperado do crédito na Zona do Euro, como mostrou o Banco Central Europeu.

Perto das 10h10, o índice Stoxx 600 caía 0,07%, enquanto o índice negociado na China CSI 300 fechou em alta de 0,2%.

A correção mais forte do mercado veio do Bitcoin, com queda de 10% após o rali da véspera. O Ripple, outra criptomoeda popular, caiu 22%.

4. Salesforce em negociação com o Slack

As ações do Slack subiram 36% na quarta, próximas à máxima histórica, após relatos de que a Salesforce estaria em negociação para a compra da companhia.

A empresa de Marc Benioff pode chegar a um acordo para a compra do software de mensagens nos próximos dias, disse o Wall Street Journal, citndo fontes. 

Mesmo com toda a popularidade, as ações do Slack não conseguiram capturar a tendência de queda no uso de e-mails corporativos e agora enfrenta uma forte concorrência dos apps da Microsoft (NASDAQ:MSFT) (SA:MSFT34).

5. Petróleo estabiliza após rali; Exxon se mostra pessimista com cenário 

Os preços do petróleo também caíram com força, mas se mantiveram próximos às máximas pós-pandemia. 

Petro das 10h10, o Petróleo WTI Futuros e o Petróleo Brent Futuros caíam 1,58%, para US$ 44,99, e 1,61%, para US$ 47,75, respectivamente.

O Wall Street Journal disse nesta quarta que a Exxon Mobil teria revisado entre 11% e 17% para baixo as estimativas para o preço da commodity nos próximos seis anos, indicando expectativas de impacto prolongado da pandemia nos ativos.

Pressões de curto prazo também estão no radar, dado o forte estoque americano da última semana.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: