sábado, 18 de maio de 2024
SpaceMercado

CSN (CSNA3), CSN Min. (CMIN3), Light (LIGT3) e Petrobras (PETR4): destaques corporativos do dia (31)

Veja aqui as principais notícias das grandes empresas brasileiras, entre avisos aos acionistas, comunicados ao mercado, fatos relevantes e mais informações da imprensa especializada

31 março 2023 - 13h26Por Lucas de Andrade
ww - Crédito: Fernando Frazão/Agência Brasil

CSN (CSNA3), CSN Mineração (CMIN3), Light (LIGT3), Petrobras (PETR3)(PETR4) e Sequoia (SEQL3) protagonizam noticiário corporativo nesta sexta-feira (31).

 

SpaceMercado

Veja aqui as principais notícias das grandes empresas brasileiras, entre avisos aos acionistas, comunicados ao mercado, fatos relevantes e mais informações da imprensa especializada:

 

BB Seguridade (BBSE3) - Ricardo Moura de Araújo Faria renunciou ao cargo de membro do conselho de administração de BB Seguridade (BBSE3), com efeitos a partir de 1º de abril.

 

Carrefour (CRFB3) - Eric Alexandre Alencar foi eleito como diretor Vice-Presidente de Finanças e de Relações com Investidores (RI) do Carrefour Brasil (CRFB3).

 

CCR (CCRO3) - A CCR (CCRO3) inicia nesta sexta-feira (31) a cobrança de pedágio eletrônico free-flow no trecho da rodovia BR-101 entre Rio de Janeiro e Santos (SP).

 

CSN (CSNA3) e CSN Mineração (CMIN3) - A CSN (CSNA3) e a CSN Mineração (CMIN3) assinaram um contrato de financiamento de pré-pagamento de exportação de até US$ 1,4 bilhão junto a um sindicato de bancos, que inclui JPMorgan, BNP Paribas e Citigroup, responsável pelo valor de até US$ 420 milhões.

O Japan Bank for International Cooperation vai dispor até US$ 980 milhões.

“Essa operação tem o objetivo de apoiar as companhias em seus projetos de construção de uma nova planta de pellet feed (P15) na mina de Casa de Pedra, visando garantir a oferta de minério de ferro de alta qualidade para seus clientes, ajudando-os em suas estratégias de descarbonização do setor siderúrgico”, explicaram.

 

Em outra frente, a CSN entrou com um novo recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que Ternium faça uma Oferta Pública de Aquisição OPA) das ações e feche o capital da sua controlada Usiminas (USIM5), informou o jornal Valor.

 

Embraer (EMBR3) - A Embraer (EMBR3) apontou no formulário 20-F, entregue à SEC, a Comissão de Valores Mobiliários norte-americano, o risco de que uma intervenção na política monetária pelo governo afete os resultados operacionais e as ações da empresa.

 

Enauta (ENAT3) - A Enauta (ENAT3) informou que foi concluída a fase de rampup de produção do novo poço do Campo de Atlanta, 7-ATL-5H-RJS.

O poço foi concluído no prazo e os custos apurados, até o momento, estão em linha com os valores aprovados.

Embora o 5H tenha demonstrado um potencial mais elevado, a companhia optou por manter a sua produção estabilizada em cerca de 15 mil barris por dia (bbl/d) por um período mais longo até que inicie a sua curva natural de declínio, de forma a preservar equipamentos, que serão substituídos com a entrada do Sistema Definitivo, planejada para meados de 2024.

Neste momento, a produção total do Campo foi apontada em aproximadamente de 22,0 mil BBL/D.

 

JSL (JSLG3) - A S&P elevou os ratings da JSL (JSLG3) de ‘B+’ para ‘BB-‘ na escala global e de ‘brAA’ para ‘brAA+’ na escala nacional. 

 

Kepler Weber (KEPL3) - Julio Piza Neto foi eleito presidente do conselho de administração de Kepler Weber (KEPL3), enquanto Luiz Ferro foi escolhido como vice-presidente do colegiado.

 

Light (LIGT3) - A Fitch rebaixou as notas de crédito de Light (LIGT3). Em escala nacional, o rating foi rebaixado de CCC para CC; na escala internacional, o rating foi rebaixado de CCC+ para CC.

 

Magazine Luiza (MGLU3) - O Supremo Tribunal Federal (STF) julga em abril Difal do ICMS, informou o jornal Valor. O assunto levou a empresária Luiza Trajano, do Magazine Luiza (MGLU3), a ter uma audiência com a presidente da Corte, ministra Rosa Weber

Disputam R$ 9,80 bilhões varejistas e Estados.

 

Marcopolo (POMO4) - O conselho de administração de Marcopolo (POMO4) elegeu James Eduardo Bellini para presidir o colegiado. José Antonio Valiati vai ser o novo diretor de RI.

 

Oi (OIBR3) - A Oi (OIBR3) deve apresentar ao mercado seu novo plano de recuperação judicial no início de maio, segundo a apuração do jornal Valor

As informações são do Valor. 

 

Oncoclínicas (ONCO3) - A Oncoclínicas (ONCO3) projeta 2,2x a relação endividamento líquido sobre o EBITDA (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado anualizado do quarto trimestre de 2023.

 

Orizon (ORVR3) - A Orizon (ORVR3) redefiniu suas estratégias e se volta agora para viabilizar e desenvolver projetos já existentes, com expectativas de consumir recursos de R$ 1,2 bilhão, informou o jornal Valor.

 

Petrobras (PETR3)(PETR4) - Novos diretores-executivos da Petrobras (PETR3)(PETR4) assumiram seus respectivos cargos na quinta-feira (30).

Compõem a cúpula:

  • - Sérgio Caetano Leite para o cargo de Diretor Executivo Financeiro e de Relacionamento com Investidores;
  • - Joelson Falcão Mendes para o cargo de Diretor Executivo de Exploração e Produção;
  • - Carlos José do Nascimento Travassos para o cargo de Diretor Executivo de Desenvolvimento da Produção;
  • - Cláudio Romeo Schlosser para o cargo de Diretor Executivo de Comercialização e Logística;
  • - William França da Silva para o cargo de Diretor Executivo de Refino e Gás Natural;
  • - Clarice Coppetti para o cargo de Diretora Executiva de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade; e
  • - Carlos Augusto Burgos Barreto para o cargo de Diretor Executivo de Transformação Digital e Inovação.

 

Sequoia (SEQL3) - De acordo com o jornal Valor, a Sequoia (SEQL3) busca fortalecer seu capital de giro, enquanto passa a reduzir sua exposição à operação de risco sacado e negocia com fornecedores.

 

Suzano (SUZB3) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a compra da operação da Kimberly-Clark no Brasil pela Suzano (SUZB3), anunciada em outubro do ano passado.

 

Technos (TECN3) - O investidor francês Aymeric Chaumet elevou sua participação para 25,10% do capital social da Technos (TECN3).