domingo, 03 de julho de 2022
[OGF - VIP - SPACENOW DESKTOP - TESTE A/B - 22-6-2-22]
Planejamento financeiro

Décimo terceiro salário: professor passa dicas de como aproveitar benefício da melhor maneira

Ricardo Teixeira diz que esse é um bom momento para as pessoas se organizarem financeiramente

12 novembro 2021 - 15h46Por Redação SpaceMoney
IPE - NECTON - BILBOARD TOPO 2 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS E DEMAIS]

Com a chegada do final do ano, grande parte dos trabalhadores brasileiros com carteira assinada recebem o 13º salário e o abono de férias. Para evitar gastar esse dinheiro extra de forma errada, o coordenador do MBA de Gestão Financeira da FGV, Ricardo Teixeira, recomenda que se faça um planejamento.

"Com organização, essa pode ser uma excelente oportunidade para colocar as finanças em dia e fazer uma reserva financeira", explica.

A crise econômica causada pela pandemia de COVID-19 aumentou o desemprego e afetou muitas famílias, deixando-as com a vida financeira bastante desorganizada.

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

"Boa parte da população precisou contrair dívidas para pagar suas contas. Mesmo quem estava com o orçamento em dia, teve que gastar com produtos e serviços que anteriormente não eram necessários, como álcool gel, máscaras e outros itens", afirma o professor, que ainda acrescenta:

"Independentemente da situação financeira, é preciso saber planejar, gastar o dinheiro de forma consciente. Por isso, é fundamental fazer boas escolhas, de acordo com o estilo de vida, com a faixa etária e, obviamente, com os compromissos assumidos. Gastar dinheiro é fácil, mas voltar a ganhar é sempre mais complicado. Devemos evitar gastar de forma que possa gerar arrependimento depois"

Teixeira recomenda que antes de receber o 13º se verifique se há dívidas a pagar. Caso haja, o ideal é tentar renegocia-las com o credor, de forma a reduzir ao máximo o valor do débito, uma vez que o pagamento será feito à vista.

[NECTON IPE -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

O professor alerta ainda que, para débitos com elevadas taxas de juros, não vale a pena saldar parte delas no fim do ano e deixar outra parte para pagar no ano seguinte. O mais recomendável nessas situações é buscar a quitação para eliminar a possibilidade dos juros elevados se tornarem um problema.

Por fim, Teixeira também recomenda reservar parte do benefício para as contas com vencimento no início do ano, como IPTU, IPVA, material escolar, entre outras, e fazer uma reserva para despesas futuras.

"Pensar no futuro é muito importante para garantir tranquilidade não só no início de 2022, como também no restante do ano. Ter uma reserva financeira é uma proteção para situações adversas, sem precisar ficar preocupado", encerra.

[NECTON IPE -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content