sexta, 24 de maio de 2024
SpaceCriptos

Criptomoedas: Bitcoin (BTC) sobe 1%, a US$ 24,8k, com BCE, Credit Suisse, Signature e SVB no radar

Uma oferta de US$ 1 bilhão da Binance.US para comprar os ativos da Voyager deve seguir em frente, enquanto a FTX confirmou que fez transferências de cerca de US$ 2,2 bilhões para seu fundador SBF

16 março 2023 - 18h20Por Lucas de Andrade

Por volta de 18:18 desta quinta-feira (16), o Bitcoin (BTC) se valorizava em 1,75%, cotado a US$ 24.761,9 na variação das últimas vinte e quatro horas. Ethereum (ETH) avançava 0,86%, a US$ 1.661,75 no mesmo intervalo.

Cardano (ADA) caía 1,32%, enquanto Tether (USDT) perdia 0,14%.

BNB (BNB), por sua vez, destacava-se entre as dez principais criptomoedas negociadas globalmente e saltava 7,20% na oscilação do dia.

Investidores estão de olho na crise de Credit Suisse e, além disso, monitoram o leilão dos falidos Silicon Valley Bank (SVB) e Signature Bank, ao passo que monitoram os últimos passos da política monetária do Banco Central Europeu (BCE) sobre a trajetória dos juros na região.

 

Veja as cotações:

Nome Código Preço (USD)   Variação (24H)  Variação (7D) 
Bitcoin BTC 24,761.9 +1.75% +20.67%
Ethereum ETH 1,661.75 +0.86% +13.83%
Tether USDT 1.0016 -0.14% +0.19%
BNB BNB 328.99 +7.20% +18.35%
USD Coin USDC 0.9979 +0.15% +0.02%
XRP XRP 0.36301 +0.59% -2.51%
Cardano ADA 0.3215 -1.32% +5.98%
Polygon MATIC 1.135 +1.29% +12.85%
Dogecoin DOGE 0.070255 +1.49% +5.35%
Binance USD BUSD 0.9981 +0.15% -0.01%

Fonte: Investing.com

 

Destaques

Uma oferta de US$ 1 bilhão da Binance.US para comprar os ativos da Voyager deve seguir em frente, decidiu um juiz de falências em um processo judicial na quarta-feira (15), que negou uma oferta do governo dos EUA de suspender o processo até a apelação, informou o site CoinDesk.

Reguladores da Federal Deposit Insurance Corp (FDIC) dos Estados Unidos pediram aos bancos interessados em adquirir os credores falidos Silicon Valley Bank e Signature Bank que apresentem propostas até a próxima sexta-feira, destacou a agência Reuters.

O mesmo veículo destaca que, antes de quebrar, a FTX fez transferências de cerca de US$ 2,2 bilhões para o fundador da empresa, Sam Bankman-Fried (SBF), por meio de entidades relacionadas.

No total, mais de US$ 3,2 bilhões foram transferidos por meio de pagamentos e empréstimos aos fundadores da empresa e principais executivos.