terça, 05 de julho de 2022
[OGF - VIP - SPACENOW DESKTOP - TESTE A/B - 22-6-2-22]
Recomendações

BTG vê Ibovespa atraente para 2022 em cenário volátil; veja ações recomendadas

Taxa de juros, inflação, preocupações fiscais e eleições presidenciais adicionam risco ao cenário macroeconômico; veja o que o BTG recomenda para atravessar o ano de 2022

20 dezembro 2021 - 08h50Por Investing.com
IPE - NECTON - BILBOARD TOPO 2 - ÚLTIMAS NOTÍCIAS E DEMAIS]

Por Ana Beatriz Bartolo, da Investing.com - O cenário macroeconômico vem se deteriorando nos últimos meses, com a taxa de juros e a inflação se elevando, o que terá um impacto na atividade econômica de 2022.

Além disso, as preocupações com o déficit primário e a dívida bruta ganham força com a mudança no teto de gastos aprovada com a PEC dos Precatórios.

A expectativa, segundo o BTG Pactual (SA:BPAC11), é que o déficit primário chegue a 0,8% do PIB em 2022, contra um superávit primário de 0,4% este ano. Isso pode fazer com que a dívida bruta em relação ao PIB chegue a 83%, ante 80,8% em 2021.

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250 - TESTE A/B - 22-6-2022]

Sobre os dados macroeconômicos, o Boletim Focus mais recente aponta para uma inflação de 5% no próximo ano e a Selic em 11,75% a.a. Além disso, a previsão é que o PIB cresça apenas 0,5%.

Valuation

O Ibovespa excluindo Petrobras (SA:PETR4) e Vale (SA:VALE3) parece atraente a um P/L de 10,3x para 2022, abaixo de sua média histórica de 12,7x, segundo calcula o BTG.

O prêmio para manter ações, medido como o inverso do P/L menos as taxas de juros reais de 10 anos, aumentou para 4,6%, acima da média e um dos níveis mais altos do passado recente.

[OGF - VIP -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

Assim, analisando um cenário positivo, com a inflação na meta de 3,5% as taxas de juros de longo prazo a 4% e um PIB a 2%, o BTG estima que o Ibovespa poderia ter um múltiplo P/L justo de 12,7x, o que faria com que o índice alcançasse os 137 mil pontos, um potencial de valorização de 23%.

Empresas

O BTG considera que as ações brasileiras podem ter um bom desempenho no próximo ano, mesmo com toda a volatilidade esperada. A expectativa é que as empresas nacionais apresentem um lucro 9,4% maior na comparação anual em 2022, ou seja, R$ 20,2 milhões a mais.

O banco aposta em setores que tendem a ter um desempenho relativamente bom em um cenário de inflação e taxas mais altas, como empresas de consumo para um público de alta renda, ações que ganham com a alta dos preços globais de energia e players positivamente impactados por um dólar mais forte em relação ao real.

[NECTON IPE -  SQUARE DETALHE NOTÍCIA 300X 250]

A alta na Selic, porém, tende a pressionar os resultados das empresas nacionais não ligadas ao setor bancário.

Segundo as contas feitas pelo BTG, a cada 100 bps que a Selic sobe, o lucro das companhias que não são de serviços financeiros caem 1,8%, enquanto a receita dos exportadores recua 0,2%.

Eleições presidenciais

O BTG alerta que, apesar de ainda ser cedo, as eleições devem trazer volatilidade para os mercados, uma vez que o debate no primeiro turno tende a ser mais radical, com os principais candidatos, o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), com discursos mais apelativos para seus eleitores fiéis.

Um candidato alternativo é possível, mas improvável neste ponto, segundo o BTG.

As últimas pesquisas mostram que a terceira via com mais intenção de voto é o ex-juiz Sérgio Moro (Podemos). Mas para ser viável, ele precisaria garantir o apoio de todos os outros nomes alternativos e amplo apoio político dos partidos de centro.

Além disso, por causa do debate político acalorado, o BTG acredita que reformas estruturais e grandes privatizações fiquem paralisadas ou tenham dificuldade em avançar.

Ainda assim, o banco espera que o governo consiga leiloar em 2022 rodovias, ferrovias, aeroportos, terminais portuários, água e esgoto e projetos de mobilidade urbana.

Portfólio para 2022

Considerando um cenário de inflação, juros e preço do petróleo elevados, e o real enfraquecido, o BTG Pactual aponta que teria no seu portfólio um grande banco de varejo, como Itaú (SA:ITUB4) ou Bradesco (SA:BBDC4), e uma seguradora, como a Porto Seguro (SA:PSSA3).

Além disso, uma exposição às ações do Iguatemi (SA:IGTA3) e da Arezzo (SA:ARZZ3) são boas opções no segmento de varejo, especialmente considerando que os grupos de alta renda tendem a ser menos prejudicados pela inflação mais forte.

Para aqueles que buscam uma proteção mais ativa contra o aumento da inflação, o BTG sugere a Totvs (SA:TOTS3).

No setor de energia, a indicação é sobre PetroRio (SA:PRIO3), 3R Petroleum (SA:RRRP3) e Raízen (SA:RAIZ4), uma vez que a Petrobras (SA:PETR4) provavelmente sofrerá com os ruídos políticos das eleições.

Com o real enfraquecido e alguns sinais de suporte para os preços das commodities, seria interessante ter exposição a players globais de materiais básicos, como a Gerdau (SA:GGBR4), a CBA (SA:CBAV3) e a Suzano (SA:SUZB3).

Por fim, o BTG também indica Santos Brasil (SA:STBP3), Localiza (SA:RENT3) e Hapvida (SA:HAPV3).

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content