Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Recomendação

BTG mantém recomendação de compra das ações do Banco Inter (BIDI11)

Relatório do BTG repercute processo de reorganização corporativa do Banco Inter, que tem o objetivo de migrar base acionária para a Nasdaq

25 maio 2021 - 13h10Por Redação SpaceMoney

Na noite desta segunda-feira (24), o BTG Pactual recomendou, em relatório, a Compra das ações do Banco Inter (BIDI11) no preço-alvo de R$ 200,00.

O material repercute as notícias de que o Inter iniciou um processo de reorganização corporativa com o objetivo de migrar sua base acionária para a Inter Platform, cujas ações pretendem listar na Nasdaq, e o aporte de R$ 2,5 bilhões realizado pela Stone para possibilitar a operação.

"Ainda há muito a ser acertado para a reestruturação societária em termos de governança, mas a administração reforçou que as mudanças também beneficiarão os acionistas minoritários", afirmam os analistas.

O grupo pretende listar a “nova” empresa no NASDAQ e oferecer BDRs no B3, "com o objetivo de oferecer a toda a sua base de acionistas a possibilidade de continuar a participar na evolução da Inter", ressalta o material.

Executivos do Banco Inter, em reunião com o BTG Pactual, afirmaram que "a estrutura corporativa atual não é eficaz quando se trata de operações não bancárias de rápido crescimento" e listaram as razões: i) tributação mais elevada para os bancos; ii) as leis trabalhistas para os funcionários do banco são mais rígidas; e iii) o Banco Central tem uma regulamentação mais rígida, o que é um obstáculo para o rápido desenvolvimento de produtos não bancários.

Assim, a listagem na Nasdaq se torna fundamental para sua estratégia de expansão e visa fortalecer a posição do Banco Inter como empresa global de tecnologia no setor financeiro.

De acordo com o acordo de investimento, Stone se comprometeu a subscrever ações ordinárias e/ou certificados de ações de depósito (“units”) de até 4,99% do capital social da Inter, limitado a R$ 2,5 bilhões, no contexto de oferta pública a ser realizada pelo Inter nos termos da instrução Nº 476 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O valor fixo, considerando o desdobramento de ações em andamento, deve ser de R$ 57,84 por unit. No âmbito do acordo, o acionista controlador concordou em ceder à Stone seus direitos de prioridade na oferta, observados os requisitos legais aplicáveis. O aumento de capital necessita de aprovação em Assembleia Geral de Acionistas, que deve ocorrer no dia 24 de junho.

 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: