Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Linha de transmissão

Bolsonaro diz que linhão Manaus-Boa Vista levará energia de qualidade a Roraima

Presidente destacou que voltará ao Estado para acompanhar o andamento das obras

29 setembro 2021 - 18h28Por Reuters

Reportagem de Ricardo Brito e Lisandra Paraguassu, da Reuters - O presidente Jair Bolsonaro afirmou que a linha de transmissão Manaus-Boa Vista, cuja pedra fundamental foi lançada nesta quarta-feira (29), levará "energia de qualidade e perene" aos moradores do Estado.

"Este linhão - que há mais de dez anos vocês o esperavam -, nós conseguimos agora vencer todos os obstáculos burocráticos que tínhamos pela frente, e com a pedra fundamental de hoje a certeza que brevemente vocês terão energia de qualidade e perene em nosso Estado de Roraima", disse o presidente ao lançar a pedra fundamental em visita a Boa Vista.

Durante o segundo evento do dia na capital de Roraima, o presidente destacou que "certamente" o progresso se fará acompanhar com essas medidas e que, em breve, voltará ao Estado para acompanhar o andamento das obras.

Em um evento mais cedo, Bolsonaro já havia dito que, com a autorização do Ibama concedida na noite de terça, a obra deverá ficar pronto em até três anos.

Bolsonaro tinha anunciado a licença durante uma cerimônia mais cedo em Boa Vista. A licença ambiental do Ibama, que dependia de uma liberação da Fundação Nacional do Índio (Funai), já que a obra passa por reservas indígenas, era o último ponto a ser resolvido para que a obra pudesse ser iniciada.

"É o início das obras. Não será muito rápido, mas aproximadamente em três anos ela será concluída", disse Bolsonaro, anteriormente.

A linha de transmissão, de 500 kV, ligará Manaus a Boa Vista e terá aproximadamente 715 km de extensão. Permitirá, com isso, que o Estado passe a receber energia do Sistema Interligado Nacional de energia.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: