Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
Radar corporativo

Banco Inter e Carrefour caem após balanços; BR Distribuidora dispara

Essas são as principais notícias corporativas do dia

12 maio 2021 - 10h56Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - Banco Inter (SA:BIDI4), Carrefour Brasil e NotreDame Intermédica puxavam as quedas da B3 (SA:B3SA3) desta quarta-feira (12) após a divulgação dos resultados do primeiro trimestre, enquanto a BR Distribuidora disparava com os respectivos dados para o início do ano, seguida pela PetroRio (SA:PRIO3), com a alta do petróleo no exterior.

Essas são as notícias corporativas do dia:

Marfrig (SA:MRFG3) - A Marfrig Global Foods reverteu um prejuízo de R$ 137 milhões obtido no primeiro trimestre de 2020 e marcou lucro líquido de R$ 279 milhões entre janeiro e março deste ano, impulsionada por fortes resultados na operação da América do Norte que compensaram adversidades ocorridas sobretudo no Brasil, conforme balanço divulgado nesta terça-feira. As ações caíam 2,36%, a R$ 20,23.

SulAmérica (SA:SULA11) - A SulAmérica disse ter tido lucro líquido de R$ 54 milhões no primeiro trimestre, queda de 22,8% em relação ao mesmo período de um ano antes. O papel caía 1,97%, a R$ 33,90.

NotreDame Intermédica (SA:GNDI3) - A operadora de planos de saúde NotreDame Intermédica apresentou no primeiro trimestre de 2021 prejuízo líquido de R$ 27,9 milhões, revertendo o lucro observado um ano antes, de R$ 160,4 milhões. A ação caía 3,83%, a R$ 80,29.

Petrobras (SA:PETR4) - A diretoria da Petrobras aprovou nesta terça-feira a celebração de aditivos a termos de compromisso junto ao órgão antitruste Cade que amplia prazos para a venda de refinarias e ativos de gás, segundo comunicado publicado ao mercado pela petroleira estatal. O papel preferencial subia 1,07%, a R$ 25,42.

Petrobras II - A Petrobras assinou com a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) nesta terça-feira acordo judicial para encerramento de litígio e recuperação de crédito, reconhecido no valor de R$ 314 milhões. Pelo acordo, a petrolífera deve receber R$ 132,6 milhões de forma incondicional, distribuído em 24 parcelas mensais e sucessivas.

Telefônica Brasil (SA:VIVT3) - A Telefônica Brasil, dona da Vivo, teve lucro líquido de R$ 942 milhões no primeiro trimestre de 2021. O montante foi 18,3% menor do que no mesmo período de 2020, de acordo com dados do seu balanço, publicado nesta terça-feira. A ação caía 1,64%, a R$ 43,08.

Carrefour Brasil (SA:CRFB3) - No primeiro trimestre de 2021, as vendas do Grupo Carrefour Brasil em base "mesmas lojas" cresceram 11,6% (sem gasolina). Segundo a companhia, a alta foi suportada pelo crescimento de 12,9% no Atacadão, que registrou um crescimento de dois dígitos pelo terceiro trimestre consecutivo. Os papéis caíam 3,35%, a R$ 20,78.

BR Distribuidora (SA:BRDT3) - A BR Distribuidora reportou nesta terça-feira lucro líquido de R$ 492 milhões no primeiro trimestre, um salto de 110% ante mesmo período de 2020. Ações subiam 6,9%, a R$ 25,57.

BRF (SA:BRFS3) - A produtora de carnes BRF informou nesta terça-feira que está avaliando o impacto financeiro de novas restrições impostas pela Arábia Saudita às vendas de carne de frango, que reduzirá a validade do produto congelado e seus cortes de um ano para três meses. A ação caía 1,73%, a R$ 21,01.

Eletrobras - A Eletrobras (SA:ELET3) informou nesta terça-feira que sua subsidiária Eletronorte assinou acordo para renegociação de dívidas com a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). Os papéis subiam 0,33%, a R$ 39,70.

- Com Reuters, Agência Brasil e Estadão Conteúdo.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: