Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Em nota

Banco Central se precipitou ao elevar a taxa Selic, diz Fiesp

Segundo a Fiesp, a atividade econômica deve ter um desempenho fraco no 1º trimestre de 2021, com risco de que esse quadro se estenda por todo o semestre.

18 março 2021 - 14h02Por Redação SpaceMoney

A Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) disse, em nota divulgada ontem (17), que o Banco Central se precipitou ao elevar em 0,75%, para 2,75% ao ano, a taxa básica de juros, a Selic. Isso porque, na visão da federação, a médio prazo, ainda há um cenário de muitas incertezas para a economia do país.

Ainda segundo a Fiesp, a atividade econômica deve ter um desempenho fraco no 1º trimestre de 2021, com risco de que esse quadro se estenda por todo o semestre.

Além disso, a entidade também destaca as expectativas de crescimento do PIB para este ano, que estão em 3,2%, segundo o último boletim Focus. De acordo com a federação, esse número é insuficiente para recompor a queda de 4,1% do ano passado.

"Por todos esses fatores, entendemos que a elevação da Selic neste momento é precipitada e dificulta o cenário para a atividade econômica em 2021, que já enfrenta inúmeros desafios em razão da persistência da pandemia", disseram no texto.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: