Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Política monetária

Banco Central Europeu está pronto para agir se meta de inflação for atingida mais cedo, diz Schnabel

Instituição mantém visão de que avanço dos preços na zona do euro tem prazo para chegar ao fim

13 setembro 2021 - 09h45Por Reuters

Por Francesco Canepa, da Reuters - A inflação na zona do euro vai "muito provavelmente" desacelerar já no próximo ano, mas o Banco Central Europeu está pronto para agir se isso não acontecer, disse nesta segunda-feira Isabel Schnabel, membro do BCE.

Os preços vêm subindo mais do que o esperado na zona do euro, mas o BCE tem mantido a visão de que o avanço é temporário, causado por preços mais elevados de petróleo e matérias-primas, além de uma escassez relacionada à pandemia em componentes como microchips.

Schnabel, representante da Alemanha na diretoria do BCE, buscou aliviar preocupações de uma repetição dos anos 1970, quando a inflação estava perto de 8% em seu país.

"Hoje, diante do cenário de alta das taxas de inflação, particularmente na Alemanha, era da minha preocupação aliviar a preocupação das pessoas de que a inflação pode permanecer persistentemente alta demais ou mesmo disparar de forma incontrolável", disse Schnabel em audiência de empresários.

"Muito provavelmente, a inflação vai diminuir notavelmente já no próximo ano."

Os preços nos 19 países da zona do euro subiram 3% na comparação anual no mês passado, segundo estimativas preliminares, bem acima da meta do BCE de 2% pela primeira vez em 10 anos.

Schnabel disse que o banco central, que reduziu o ritmo de suas compras de títulos emergenciais na semana passada, não tem pressa para apertar a política monetária a menos que a inflação suba para sua meta antes do esperado.

 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: