Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Dívidas

ARTIGO - Quando vale a pena pegar um empréstimo e trocar uma dívida antiga por outra menor?

O início de ano é uma época propícia para rever gastos e fazer um planejamento financeiro

22 abril 2021 - 14h15Por Redação SpaceMoney

Por Roberta Souza*

Segundo uma pesquisa realizada em 2020 pela Confederação Nacional de Bens, Serviços e Turismo (CNC) o maior problema de endividamento e inadimplência do brasileiro é devido ao cartão de crédito. Isso acontece porque o crédito liberado muitas vezes é muito maior do que as famílias podem pagar.
 
O início de ano é uma época propícia para rever gastos e fazer um planejamento financeiro. Se você possui dívidas com juros elevados, talvez a melhor alternativa seja trocá-las por uma mais barata e procurar por um empréstimo com juros mais baixos. Se você possui dívidas atrasadas, a primeira coisa que precisa fazer é tentar uma renegociação com a empresa credora. Caso as parcelas estejam muito pesadas para seu orçamento, considere alternativas como o Crédito com Garantia de Imóvel. Nesse tipo de crédito você consegue valores mais altos e prazos maiores para pagar, com parcelas que cabem no seu bolso.

Além de fazer cálculos levando em consideração a taxa de juros que está sendo cobrada, você deve lembrar-se do CET (Custo Efetivo Total), que é o valor que você pagará de fato já com as todas as tarifas do empréstimo inclusas, como IOF, seguro, tributos e demais despesas que devem ser especificadas no contrato. Tudo deve ser bem analisado para que não haja risco de se endividar novamente ou fazer um negócio que não vale a pena.

Ao decidir solicitar por crédito, você precisa ter em mente que sua vida financeira precisará de ajustes e maior planejamento. Uma planilha para controle é sempre uma boa pedida. Trocar gastos excessivos por outros mais econômicos também manterá você no eixo.

O CGI é uma opção muito mais vantajosa e com taxas muito menores, com custos até 3X menores que os do empréstimo pessoal. Fintechs, como a Pontte costumam ter opções de crédito justo e flexível, usando tecnologia para fazer análises personalizadas, oferecendo propostas que não prejudiquem sua saúde financeira te dando autonomia para você controlar o fluxo de pagamento. Tudo isso com suporte de um time de especialistas ágil e humanizado até o fim do contrato.
 
Tenha em mente que é preciso sempre analisar a situação com cautela, mas que, ao mesmo tempo, boas opções existem no mercado. Então não se desespere! Busque uma instituição confiável, humana, flexível e vá em frente!

*Roberta Souza é Head de Marketing na Pontte

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: