sábado, 18 de maio de 2024
SpaceMercado

Americanas (AMER3): relatório reforça tese que bancos omitiram informações de operações de crédito

O relatório do Administrador Judicial, arquivado na CVM, reforça a tese construída pela companhia nos bastidores de que os bancos omitiram informações relacionadas às operações de risco sacado

23 março 2023 - 12h56Por Redação SpaceMoney
Fachada Americanas - Shopping Rio Sul RJ Fachada Americanas - Shopping Rio Sul RJ - Crédito: Gustavo Lacerda

No desenrolar do caso Americanas (AMER3), foram divulgadas informações de que o relatório do administrador judicial, arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), reforça a tese construída pela companhia nos bastidores de que os bancos omitiram informações relacionadas às operações de risco sacado.

Existem vários bancos entre os credores da Americanas, com um montante total de dívidas que ultrapasa R$ 20 bilhões. 

Segundo o relatório, os bancos confirmaram não ter operações do tipo com a companhia. No entanto, dados do Sistema de Informação de Crédito, do Banco Central, mostravam a existência dessas linhas de crédito.

Para o Santander (SANB11), as alegações sobre suposta omissão e conivência dos bancos são uma "tentativa de desviar a real responsabilidade dos administradores e conselho de administração da empresa."

Já o BTG Pactual (BPAC11) avaliou que a elaboração e aprovação das demonstrações financeiras são responsabilidade da Americanas.

As informações são de Bom Dia Mercado (BDM).