sábado, 04 de dezembro de 2021
Em queda

Ações da Eletrobras (ELET3) caem com receios sobre MP da privatização em meio à crise hídrica

Às 11h20, os papéis da elétrica caíam 3,02%, a R$ 43,96, com alta acumulada de 10,29% nos últimos trinta dias e de 70,93% nas últimas 52 semanas

15 junho 2021 - 11h34Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - As ações ordinárias da Eletrobras (SA:ELET3) lideravam a ponta de quedas da B3 (SA:B3SA3) desta terça-feira (15) com receio de que a piora da crise hídrica no país possa minar a votação da Medida Provisória que permite a privatização da companhia, marcada para acontecer no Senado nesta quarta-feira (16).

Perto das 11h20, os papéis da elétrica caíam 3,02%, a R$ 43,96, com alta acumulada de 10,29% nos últimos trinta dias e de 70,93% nas últimas 52 semanas.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), decidiu pautar para esta quarta a MP que abre caminho para a privatização da Eletrobras, mesmo sem acordo para aprovação.

Na semana passada, líderes do Senado aumentaram a reação à MP e ameaçaram derrubar a proposta, pedindo até que o texto não fosse pautado. Na avaliação da Consultoria Legislativa do Senado, a MP é inconstitucional. O texto precisa do aval do Congresso até o dia 22 ou perderá validade.

A aposta do governo federal é que a MP seja aprovada no Senado com alterações para que a Câmara faça nova votação na próxima semana.

Enquanto isso, segundo informações apuradas pelo jornal Estado de S. Paulo, o governo prepara uma MP para instituir um comitê que pode prever "programa de racionalização compulsória do consumo de energia elétrica", que tiraria parte da autoridade de órgãos como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Agência Nacional de Águas (ANA) na regulação da vazão das hidrelétricas.

- Com Estadão.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content