sexta, 19 de abril de 2024
Ressignificando a LongevidadeCOLUNA

Ressignificando a Longevidade

Ida Nuñez

Editora-chefe do VRT Channel e apresentadora do programa Universo 50 (e muito) +, considerada pelo segundo ano consecutivo a jornalista mais influente no segmento sênior.

Boas notícias!

No final de 2023, a Propaganda está adotando uma abordagem revolucionária em relação ao público sênior, enxergando-o sob uma nova perspectiva e destacando personagens mais experientes, como o exemplo notável de John Travolta

09 novembro 2023 - 13h21
Boas notícias!

Boas notícias!

No final de 2023, a Propaganda está adotando uma abordagem revolucionária em relação ao público sênior, enxergando-o sob uma nova perspectiva e destacando personagens mais experientes, como o exemplo notável de John Travolta 

 

Essa mudança representa um movimento significativo na publicidade, uma vez que, historicamente, as campanhas raramente apresentavam maduros como protagonistas e, quando o faziam, frequentemente reforçavam estereótipos negativos, retratando-os como pessoas frágeis, avós perfeitos ou figuras cômicas do passado.

Esse cenário começa a se transformar de forma preguiçosa, e presenciamos um aumento tímido na inclusão de personagens mais velhos em propagandas de diversos produtos e serviços. Essas campanhas estão refletindo uma nova visão do envelhecimento, valorizando a experiência e a vitalidade dessas pessoas.

 

É um começo!

 

A pesquisadora Tânia Zahar destaca que, devido ao envelhecimento da população, as empresas começaram a perceber o potencial dos idosos como consumidores. Em vez de perpetuar estereótipos negativos, as campanhas publicitárias despertaram para promover a atividade e a participação social como conceitos-chave. Além disso, a idade passou a ser vista mais como um estado de espírito do que como um número na carteira de identidade.

Uma abordagem positiva e aberta à vida é a chave para a mudança na percepção e está impactando positivamente a maneira como a publicidade se conecta com o público sênior.

No entanto, o desafio para a propaganda atual reside em representar a diversidade existente dentro do público idoso, a importância de retratar tanto os idosos ativos que correm maratonas e praticam esportes radicais quanto aqueles que preferem atividades mais tranquilas, como fazer bolos para os netos. É fundamental que a publicidade capture a riqueza da experiência de vida dos mais velhos em toda a sua amplitude.

Uma pesquisa realizada há alguns anos revelou que mais da metade dos seniores não se sentia representada pela publicidade. Essa falta de representatividade era uma consequência do envelhecimento diversificado da população, que inclui uma maior expectativa de vida, mais acesso aos serviços de saúde e à tecnologia. Empresas mais segmentadas, como bancos, por exemplo, estão percebendo a importância de atender a essa demanda orgânica de uma parcela crescente da população, que está mais ativa e engajada do que nunca. Portanto, subverter os preconceitos e adotar uma linguagem inclusiva e atualizada tornou-se fundamental para alcançar com sucesso esse público diversificado e em constante evolução.

Em resumo, o ano de 2023 está sendo um marco histórico para esse público sênior ser visto com outros olhos, reconhecer sua vitalidade e diversidade, e investir em personagens mais experientes para representar essa realidade. Afinal merecemos uma abordagem mais inclusiva e positiva em relação ao envelhecimento.

 

A opinião e as informações contidas neste artigo são responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, a visão da SpaceMoney.