terça, 30 de novembro de 2021
Finanças em famíliaCOLUNA

Finanças em família

Carol Stange

Educadora em finanças pessoais e criadora da marca “Como enriquecer seu Filho”.

Conta Essencial ou conta digital? 

Entendidas as principais diferenças entre a conta essencial e a conta digital, que tal compararmos essas duas opções de uma forma mais prática?

01 abril 2021 - 16h12
Conta Essencial ou conta digital? 

Conta corrente sem tarifa de manutenção? Sim. Todo cidadão brasileiro tem, desde 2010, o direito de ter uma conta corrente, em  qualquer banco, livre de tarifas, independentemente da sua faixa de renda. A maioria das pessoas não sabe sobre a conta essencial, uma conta corrente que oferece um pacote de serviços capaz de resolver a vida de muita gente e que não custa nada.

Mas se a conta essencial não goza de grande popularidade, o mesmo não podemos dizer da conta digital, uma conta corrente gratuita (sem tarifa de manutenção e ainda remunerando o saldo em conta em 100% do CDI) para movimentação exclusiva nos canais eletrônicos, que veio para ficar e tem dado o que falar. Quem sai ganhando é o consumidor, que tem a oportunidade de pagar menos (ou de não pagar) para ter uma conta corrente.

Mas fica a dúvida: entre essas duas opções gratuitas, qual é a melhor? 

Conta Essencial

Os serviços essenciais são regulamentados pelo Banco Central e a resolução 3.919 de 2010 obriga todos os bancos a disponibilizar, para seus clientes pessoas físicas, uma conta corrente isenta de tarifa de manutenção, e que conte com os seguintes serviços:

• Fornecimento de cartão de débito;
• 04 saques por mês;
• 02 transferências entre contas da mesma instituição;
• 10 folhas de cheque por mês;
• 02 extratos bancários impressos por mês. 

Conta digital

A conta digital é uma conta bancária que pode ser aberta, movimentada e fechada diretamente pela internet. Quem as oferece são os bancos digitais, conhecidos, em grande parte, como fintechs, como são chamadas as startups ou empresas que desenvolvem produtos financeiros totalmente digitais, onde o uso da tecnologia é o principal diferencial em relação às empresas tradicionais do setor. 

O correntista de uma conta digital pode administrar o seu dinheiro navegando pelo site da instituição ou usando um app da própria empresa. Em linhas gerais, as contas digitais funcionam como qualquer outra conta corrente, porém sem a necessidade de deslocamento até uma agência para resolver questões burocráticas e específicas. Geralmente, as contas correntes digitais realizam operações como:

• Pagamento com cartão de débito;
• Pagamento de contas e boletos online;
• Envio ou recebimento de transferências;
• Saques nos caixas eletrônicos.

Os grandes bancos têm conta digital? Itaú, Bradesco, Banco do Brasil oferecem suas contas digitais, geralmente gratuitas para os canais eletrônicos. O grande ponto aqui é entender eventuais cobranças de tarifas - não raro, os correntistas das contas digitais têm gratuidade somente se não utilizarem o atendimento presencial em uma agência, além de precisarem seguir outras condições próprias oferecidas pela instituição para a manutenção da gratuidade. Nesse ponto, uma boa pesquisa das opções presentes no mercado, antes de escolher uma conta para chamar de sua, é fundamental. 

Qual a melhor opção?

Entendidas as principais diferenças entre a conta essencial e a conta digital, que tal compararmos essas duas opções de uma forma mais prática?

A escolha da melhor conta corrente para você vai depender da necessidade e da frequência de utilização dos serviços descritos em cada uma das opções. Pode ser mais interessante pagar por um eventual serviço não coberto do que fechar um pacote completo (e caro) tendo certo somente a expectativa de que "um dia isso pode ser necessário".

Uma breve lista dos serviços de conta corrente que foram utilizados por você nas últimas semanas pode ser o suficiente para uma boa escolha final. Em geral, a conta digital carrega um melhor custo-benefício, mas essa vantagem vale para quem se sente confortável em não receber atendimento presencial na agência, quando desejado ou necessário. 

Não se engane. Essa é uma discussão relevante; em média, o brasileiro paga R$375,97 reais por ano apenas para ter uma conta corrente. Pode parecer que R$31,00 por mês é pouco, mas para quem está tendo dificuldades para controlar o orçamento e manter as despesas em dia, todo dinheiro é importante.

Além disso, dinheiro sendo destinado para coisas que não são usadas (ou que podem ser conseguidas de graça em outro lugar) é puro desperdício. Está aí mais um bom argumento para você escolher a sua conta corrente gratuita, certo?

A opinião e as informações contidas neste artigo são responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, a visão da SpaceMoney.

Leia Também

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content