Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ações

Japão investiga problema no sistema da Amazon (NASDAQ:AMZN) que afetou corretoras e companhia aérea

Queda no serviço causou problemas a grandes corretoras online

02 setembro 2021 - 18h36Por Reuters

Por de Hideyuki Sano, Sakura Murakami e Tim (SA:TIMS3) Kely, da Reuters - O Japão está investigando uma queda nos serviços da Amazon (NASDAQ:AMZN) Web Services que causou problemas a grandes corretoras online, a uma operadora de telefonia celular e à maior companhia aérea do país, afirmou um porta-voz do governo nesta quinta-feira (2).

A queda, pelo menos a terceira da Amazon desde junho, atingiu a ANA Holdings, que disse que alguns voos foram atrasados após problemas com os sistemas de emissão de bilhetes e check-in. Os serviços foram posteriormente restaurados.

Um porta-voz da Amazon afirmou que a interrupção de seis horas na região de Tóquio foi causada pela “perda de vários dispositivos centrais de rede” e que havia sido “resolvida”.

A Amazon se recusou a comentar quantos clientes foram afetados pelo problema, mas o site de monitoramento Downdetector mostrou nenhuma outra interrupção, sugerindo que ela havia sido confinada ao Japão.

Em junho, muitos usuários encararam uma rápida queda das plataformas da Amazon, incluindo a Alexa e o Prime Video, e semanas depois a Amazon disse que suas lojas online haviam sofrido um apagão global.

"A Agência de Serviços Financeiros investigará para entender o que aconteceu e está pedindo que as empresas afetadas priorizem a necessidade dos consumidores", afirmou o secretário-geral do Gabinete do Japão, em uma entrevista coletiva.

A SBI Securities e a Rakuten Securities estiveram entre as corretoras online que relataram atrasos em feeds de dados de preços e outros problemas no sistema.

O Mizuho Bank, grande banco varejista, e a principal unidade bancária do Mizuho Financial Group, disseram que alguns serviços de internet foram afetados por um problema em uma fornecedora externa de rede, que eles não identificaram.

NTT Docomo, braço de telefonia móvel da Nippon Telegraph e Telephone, disse que alguns dos seus serviços também foram afetados.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: