Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
Prévia

Internacional: fique por dentro das principais notícias dos mercados desta quinta-feira (7)

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros hoje

07 outubro 2021 - 08h45Por Investing.com

Por Geoffrey Smith e Ana Beatriz Bartolo, da Investing.com - Vendas do varejo decepcionam analistas e reforçam preocupação com a inflação. A questão do teto da dívida dos Estados Unidos caminha para uma solução, assim como a crise energética na Europa, que conta com uma ajudinha de Vladimir Putin. Os pedidos de seguro-desemprego semanais serão divulgados e o serviço Twitch da Amazon sofre um grande hack. A produção industrial alemã despencou em agosto, e Joe Biden e Xi Jinping concordaram, em princípio, em se reunir virtualmente antes do final do ano, no que parece ser outro sinal provisório de melhora nas relações EUA-China.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na quinta-feira, 7 de outubro.

1. Decepção nas vendas do varejo

As vendas no varejo tiveram uma queda de 3,1% em agosto, segundo o IBGE, o pior resultado para o mês desde o início da série histórica nos anos 2000. O recuo nas vendas compõe um cenário em que o poder de compra das famílias está diminuindo, por causa da recuperação mais lenta da economia, a alta na inflação e o crédito mais caro.

O dado surpreendeu o mercado que projetava uma alta de 0,7%, segundo a Reuters. A quebra de expectativa fez com que analistas revisassem as suas expectativas para o PIB. A XP reduziu de 0,7% para 0,5% a previsão do PIB para o terceiro trimestre em relação ao segundo trimestre. Já o Banco Original e o Inter colocaram um viés negativo e de baixa nas suas projeções.

inflação, que é uma das grandes vilãs que comprometem a renda das famílias, deve começar a normalizar na metade do ano que vem, de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI). Eles afirmam que antes da inflação voltar a níveis pré-pandemia, países emergentes, como o Brasil, devem alcançar um pico médio de 6,8% antes de desacelerar para um patamar de 4% em 2022.

LEIA MAIS: Vendas no varejo do Brasil têm queda inesperada de 3,1% em agosto

2. O teatro do teto da dívida dos EUA

Os EUA evitaram - por enquanto - o risco de um default em sua dívida quando o líder da minoria no Senado, Mitch McConnell, propôs uma suspensão temporária do teto da dívida até o início de dezembro.

A oferta vem com uma corda presa: a extensão exigirá um novo valor ao teto, que será atribuído pelos legisladores democratas. O líder da maioria no Senado, Chuck Schumer, indicou que a oferta provavelmente seria aceita.

A reação do mercado às notícias na quarta-feira sublinhou o grau em que tais preocupações pesaram sobre o desempenho recente nos mercados dos EUA, embora o teatro político que acompanha o debate tenha sido uma característica da política dos EUA nos últimos 25 anos. É também um lembrete do alto preço político que poderia ser pago por qualquer partido considerado responsável por causar o calote do governo. Os rendimentos do Tesouro de 10 anos americano desviaram em torno do nível de 1,52% durante a noite.

CONFIRA TAMBÉM: Calote da dívida minaria status de Treasuries como ativos de segurança, diz Biden

3. Crise energética europeia recua após intervenção de Putin

Outro mercado que obteve pelo menos um adiamento temporário foi o europeu de gás natural, onde o preço spot do Reino Unido foi retrocedido por uma diferença de 49% em resposta aos sinais de que a Rússia está disposta a aumentar o fornecimento para a Europa.

Uma intervenção cuidadosamente planejada pelo presidente Vladimir Putin na quarta-feira apresentou a perspectiva de aumento dos fluxos, com um subtexto de que isso dependeria de permitir um início rápido dos embarques através do gasoduto Nord Stream 2. Ele também criticou as tentativas da Europa de dar ao mercado à vista um papel maior na formação de preços e repetiu a oferta da Rússia de novos contratos de longo prazo e seu desejo contínuo de possuir e operar instalações de armazenamento na Europa.

A oposição política a esses pontos na Europa continua elevada, por motivos de segurança do abastecimento. No entanto, a situação precária da economia europeia pode minar isso. A produção industrial alemã caiu 4% no mês de agosto, o segundo conjunto de dados decepcionantes da maior economia da Europa em dois dias.

4. Expectativas para as bolsas americanas

As ações dos EUA devem estender a sua recuperação quando os mercados abrirem mais tarde, com o apoio tanto do acordo de teto de dívida quanto do alívio dos preços de energia.

Às 08h14, os futuros do Dow Jones subiam 0,74%, enquanto os da S&P 500 e os da {{8874|Nasdaq100}} avançavam 0,86% e 1,09%, respectivamente.

As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem Amazon (NASDAQ:AMZN) (SA:AMZO34), depois que seu serviço Twitch sofreu um amplo hack, e Royal Dutch Shell (NYSE:RDSa) (LON: RDSa), que disse esperar um salto substancial no fluxo de caixa, apesar do impacto de $ 400 milhões aos ganhos do furacão Ida. A ConAgra foods relata os lucros, lançando uma nova luz sobre a capacidade das empresas de repassar os preços mais altos dos insumos aos consumidores.

O calendário de dados é liderado por pedidos de seguro-desemprego semanais, enquanto o chefe do Federal Reserve de Nova York, John Williams, também deve falar.

5. Reunião de Biden-Xi acordada

O presidente dos EUA, Joe Biden, e seu homólogo chinês, Xi Jinping, concordaram em realizar uma reunião virtual até o final do ano, disse a Casa Branca. A notícia adiciona sinais de degelo nas relações EUA-China, apesar da recusa do governo Biden até agora em suspender qualquer uma das sanções impostas por seu antecessor Donald Trump.

Autoridades que se encontraram em Zurique informaram à mídia que as negociações foram mais produtivas do que a anterior em Anchorage, Alasca, algumas semanas atrás.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: