Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Prévia

Internacional: fique por dentro das principais notícias dos mercados desta terça-feira (14)

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros hoje

14 setembro 2021 - 09h00Por Investing.com

Por Geoffrey Smith e Ana Beatriz Bartolo, da Investing.com - Os dados de inflação ao consumidor dos EUA para agosto serão divulgados nesta manhã.

Hoje também ocorrerá o lançamento anual do iPhone da Apple.

O furacão Nicholas atinge a costa leste de Houston, colocando uma nova pressão nos mercados de GNL que já estão superaquecidos.

As ações estão calmas, mas a Oracle está no centro das atenções após os números fracos de crescimento de seu balanço divulgado ontem.

No Brasil, o governo federal começa a anunciar medidas sociais visando aumentar sua base de apoio e deixar em segundo plano a crise política, embora tenha uma pedra no "sapato fiscal" com a alta da inflação.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na terça-feira, 14 de setembro.

1. Inflação dos EUA

É hora da próxima parte da narrativa da inflação. Os números de inflação ao consumidor dos EUA para agosto serão conhecidos às 09h30.

A alta dos preços pode ter chegado ao pico, segundo estimativas, após o nível atual de pressão inflacionária tenha assustado muitos investidores nos últimos meses.

A inflação mensal deverá desacelerar de 0,5% para 0,4%, enquanto a taxa anual deverá cair de 5,4% para 5,3%. Números semelhantes são esperados no núcleo do índice, embora muito dependerá dos preços de automóveis usados, que foram responsáveis por grande parte do susto da inflação neste ano.

No mês passado, ocorreram tantas surpresas negativas quanto positivas para os números do núcleo da inflação, com a retirada gradual dos estímulos fiscais começando a pressionar os preços para baixo, compensando a força ascendente dos problemas em curso nas cadeias produtivas globais.

2. Governo se prepara para a campanha de reeleição

Em uma tentativa de apagar o ápice da crise política que aconteceu no dia 7 de setembro e conseguir aumentar a sua base de apoio, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) inicia diversos novos programas sociais, segundo a coluna da Malu Gaspar n'O Globo.

Até o momento já foram lançados uma linha de crédito habitacional para policiais e um projeto que inclui famílias de baixa renda na tarifa social de energia.

Para esta semana, ainda são esperados um aumento no valor de financiamento do Casa Verde e Amarela (antigo Minha Casa Minha Vida), um seguro para evitar que obras fiquem paradas e a redução nas taxas de juros do crédito habitacional com recursos do FGTS.

A Caixa ainda vai anunciar uma redução nos juros da casa própria, apesar da alta na taxa Selic, segundo o presidente do banco, Pedro Guimarães.

Apesar desses novos programas, a proposta de turbinar o Bolsa Família ganhou um obstáculo, com o aumento dos preços que comprometem a ideia.

O impacto da inflação nas contas públicas pode não deixar espaço para o Auxílio Brasil (como será rebatizado o Bolsa Família), que deve demandar R$ 18 bilhões a mais do que o programa de distribuição de renda atual.

3. Futuros de Nova York de lado; radar no Evento da Apple e balanço da Oracle

Os mercados de ações dos EUA devem abrir em grande parte inalterados mais tarde, com o mercado ciente da capacidade dos números do inflação nos EUA de mudar as expectativas para a política do Federal Reserve.

Por volta das 08h45, os futuros do Dow Jones, futuros do S&P 500 e os futuros do Nasdaq 100 operavam estáveis, com leves quedas por volta de 0,05%. O Nasdaq teve um desempenho inferior na segunda-feira, com o dinheiro retornando às ações cíclicas e de valor em resposta a uma melhora na situação da Covid-19 dos EUA.

As ações que provavelmente estarão em foco mais tarde incluem a Apple (NASDAQ:AAPL) (SA:AAPL34), que apresentará sua nova geração de iPhones habilitados para 5G e um novo Apple Watch em seu evento anual de marketing.

O evento ocorre poucos dias após uma {decisão judicial histórica que ameaça enfraquecer o poder aquisitivo de sua loja de aplicativos. A implicação disso se perderá em meio ao evento que destaca a força contínua de seu core business.

Outras ações em foco incluirão a Oracle (NYSE:ORCL) (SA:ORCL34), que divulgou números decepcionantes de receita após o fechamento na segunda-feira.

4. Futuros do gás natural em lágrimas com desabastecimento na Ásia e Europa

Os preços do gás natural continuam a subir, à medida que mercados de energia tão distantes como a Ásia e a Europa clamam por combustível devido à escassez de abastecimento.

Os futuros do Henry Hub atingiram seu nível mais alto desde 2014 na segunda-feira e subiram mais 0,5% para US $ 5,258 por mm Btu no comércio noturno, sugado por fortes contrações nos mercados globais de GNL.

Os carregamentos de GNL em Houston não estão sendo ajudados pela chegada do furacão Nicholas, que atingiu a costa nas primeiras horas da manhã.

Os preços da energia no Reino Unido mais do que triplicaram desde fevereiro e aumentaram mais de 50% este mês graças à baixa geração de energia a partir de fontes renováveis e duas interrupções nucleares não planejadas.

O governo da Espanha, enquanto isso, foi forçado a cortar impostos sobre as contas de energia durante o resto do ano na segunda-feira em resposta a uma onda de raiva popular.

5. Empresas de petróleo após relatório da IEA; API devido

A oferta de petróleo bruto também se contraiu ainda mais durante a noite, levando os contratos futuros do petróleo WTI a subir 0,4% para US$ 70,70 o barril e os do petróleo Brent a avançar 0,42% para US$ 73,82 o barril, já que o déficit em curso no Golfo do México é exacerbado por novas interrupções nos carregamentos na Líbia.

Quase 800.000 barris por dia de produção ainda estão fechados nas plataformas do Golfo, de acordo com dados do governo.

O sentimento também foi sustentado pelo relatório mensal da Agência Internacional de Energia, que dizia: "a forte demanda reprimida e o progresso contínuo nos programas de vacinação devem sustentar uma recuperação robusta a partir do quarto trimestre de 2021."

Os dados de estoques de petróleo bruto do American Petroleum Institute serão divulgados às 17h30, como de costume.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: