Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Projeções

Embraer (EMBR3) prevê demanda de 1,5 mil jatos médios na China até 2040

Relatório estima que 77% desse total será para atender à expansão do mercado, enquanto 23% vão substituir jatos atuais até 2040

28 setembro 2021 - 09h52Por Reuters

 

Por Aluísio Alves, da Reuters - A Embraer (EMBR3) apresentou estudo prevendo demanda de quase 1,5 mil jatos de até 150 assentos nos próximos anos na China, que se tornará o maior mercado de aviação do mundo.

O relatório, apresentado durante o Zhuhai Airshow, exposição de aviação aeroespacial da China, prevê que 77% desse total será para atender à expansão do mercado, enquanto 23% vão substituir jatos atuais até 2040.

A China anunciou recentemente medidas de infraestrutura que incluem cerca de 200 novos aeroportos, o que, segundo a Embraer, vai impulsionar a demanda por jatos de médio porte.

"Acreditamos que, nos próximos 20 anos, aeronaves com até 150 assentos irão liberar todo o seu potencial", disse Guo Qing, vice-presidente de Aviação Comercial da Embraer China.

Atualmente, a Embraer tem 91 E-Jets na China operando 550 rotas e transportando cerca de 20 milhões de pessoas por ano.

"A receita medida em número de passageiros por quilômetros na aviação civil chinesa deve crescer a uma taxa média de 4,7% ao longo da próxima década. Acreditamos que futuramente o mercado chinês de aviação será o maior do mundo", afirmou Arjan Meijer, presidente-executivo da Embraer Aviação Comercial.

 

Tags: China, Embraer

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: